Skatistas lutam por mais espaços sociais em Águas Claras

BSB Capital 08/05/2016 às 9:18, Atualizado em 09/07/2016 às 3:39

A polêmica entre skatistas e moradores da Rua 36 Sul de Águas Claras chegou ao Palácio do Buriti. Os vizinhos do Skate Park reclamam do barulho e da presença constante de usuários de drogas. Eles apontam como solução a demolição da pista, o que não é aceito pelos praticantes do esporte. Para buscar uma solução, …

Skatistas lutam por mais espaços sociais em Águas Claras Leia mais »

A polêmica entre skatistas e moradores da Rua 36 Sul de Águas Claras chegou ao Palácio do Buriti. Os vizinhos do Skate Park reclamam do barulho e da presença constante de usuários de drogas. Eles apontam como solução a demolição da pista, o que não é aceito pelos praticantes do esporte. Para buscar uma solução, será marcada, nos próximos dias, uma reunião entre a comunidade, a Casa Civil, a Secretaria de Relações Institucionais e a Administração Regional.

Mas, em resposta à reportagem do Brasília Capital, a Administração Regional garante que não demolirá o Skate Park. Segundo o administrador regional, Valdeci Machado, nunca houve possibilidade de derrubada da pista. “Vamos ouvir a população para buscar a melhor solução”, diz ele. Para o dono da loja Group Skate, Gabriel Seixas, “o que complica mesmo é o preconceito”. Ele admite a existência do consumo de drogas no local, mas não necessariamente feito pelos jovens que praticam o skate.

Enquanto o impasse permanece, a pista não pode ser usada. E os praticantes de skate cobram a liberação. Nesse intervalo, eles fazem uma campanha para arrecadar dinheiro para obras de revitalização do espaço. O movimento é liderado pela loja Group Skate. Foram coletados R$ 15 mil.

 

Programação Cultural

Todas as segundas-feiras, às 19h30, acontece a “Batalha da Sequela”, evento de rap com artistas e músicos, onde ocorrem batalhas de rimas improvisadas. Na página oficial do evento no Facebook, os artistas moderadores se pronunciaram acerca da polêmica, em contraponto à Associação de Moradores, que é contra o skate park. Os moderadores produziram um vídeo em que reproduzem depoimento do skatista profissional Pedro Barros. Ele faz um apelo: “Não quero que esta pista tenha o mesmo futuro que a pista da Praça do DI, de Taguatinga (leia Saiba +), que foi uma das mais legais que eu já andei aqui em Brasília”.

Na página do Facebook, eles também criaram uma petição online contra a demolição da pista. Até a quinta-feira (5), 644 pessoas haviam assinado o documento em defesa do do skate park.

 


Reforma altera local de embarque de linhas de ônibus na rodoviária; veja


Point de bares de Águas Claras pode estar com os dias contados


Universidade de Brasília oferece aulões de Krav Maga para mulheres


 

Deixe um comentário

Rolar para cima