PF prende ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

BSB Capital 22/06/2022 às 12:41, Atualizado em 22/06/2022 às 12:45

Operação batizada de “Acesso Pago” foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta (22). A investigação é por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência por suposto envolvimento em esquema para liberação de verbas do MEC. Pastores também são alvo da operação

Foto: Cristiano Mariz/O Globo

Da Redação

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (22) o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, na operação batizada de “Acesso Pago”. Ele é investigado por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência por suposto envolvimento em um esquema para liberação de verbas do MEC.

Segundo uma fonte da PF em São Paulo, Milton Ribeiro foi preso em Santos e ele deve ser levado para Brasília. De acordo com o porteiro do prédio em que ele mora, o ex-ministro foi levado por volta das 7h.

O advogado Daniel Bialski, que representa Milton Ribeiro, disse que não vê “motivo concreto” para a prisão do ex-ministro da Educação.

A TV Globo apurou que os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura também são alvos da operação deflagrada pela PF nesta quarta. Eles são investigados por atuar informalmente junto a prefeitos para a liberação de recursos do Ministério da Educação.

Em áudio divulgado em março, Ribeiro afirma que o presidente Jair Bolsonaro pediu a ele que os municípios indicados pelos dois pastores recebessem prioridade na liberação de recursos. Prefeitos disseram em depoimento que eles exigiram propina. 

Os policiais federais também fizeram buscas em endereços ligados aos investigados. Outro alvo de mandado de busca foi a sede do Ministério da Educação, em Brasília.

Com informações do G1.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima