Médicos avaliam cirurgia de emergência em Bolsonaro. Ele foi transferido para São Paulo

bsbcapitalPor ,14/07/2021 às 16:14, Atualizado em 14/07/2021 às 19:37

Cirurgião Antônio Macedo, que acompanha Bolsonaro desde a facada de 2018, foi chamado a Brasília após presidente ser internado com dores abdominais

O presidente Jair Bolsonaro enfrenta um quadro de obstrução intestinal e foi transferido para São Paulo para que os médicos avaliem a necessidade de uma cirurgia de emergência, informou nesta quarta-feira (14) em nota oficial a Secretaria de Comunicação da Presidência da República.

Bolsonaro foi internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após sentir dores abdominais na madrugada. De acordo com a nota oficial, a constatação da obstrução intestinal foi feita pelo cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, que acompanha a saúde de Jair Bolsonaro desde o atentado a faca sofrido pelo então candidato nas eleições de 2018.

O médico foi chamado a Brasília em razão da internação do presidente e também deve ficar responsável pela avaliação do quadro após a transferência para São Paulo.

Soluços e dor abdominal

Por causa das dores, as reuniões de Bolsonaro nesta manhã foram canceladas. O presidente vinha se queixando nos últimos dias de soluços persistentes. Ele chegou a falar sobre o problema em transmissões ao vivo na internet.

Deixe um comentário

Rolar para cima