Jovens são escolhidos nesta quinta para tratamento dentário no DF

bsbcapitalPor ,28/04/2016 às 8:42, Atualizado em 09/07/2016 às 3:54

Jovens de baixa renda serão selecionados nesta quinta-feira (28), quando se celebra o Dia Mundial do Sorriso, para receber tratamento odontológico gratuito no Distrito Federal. O projeto é promovido pela entidade Turma do Bem. Os beneficiados têm entre 11 e 17 anos. A triagem acontece na Universidade Católica, em Taguatinga, entre 9h e 13h30. Para …

Jovens são escolhidos nesta quinta para tratamento dentário no DF Leia mais »

Jovens recebem atendimento odontológico no Dia do Sorriso
Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Jovens de baixa renda serão selecionados nesta quinta-feira (28), quando se celebra o Dia Mundial do Sorriso, para receber tratamento odontológico gratuito no Distrito Federal. O projeto é promovido pela entidade Turma do Bem. Os beneficiados têm entre 11 e 17 anos.

A triagem acontece na Universidade Católica, em Taguatinga, entre 9h e 13h30. Para participar, o jovem precisa estar acompanhado de um responsável e portar cédula de identidade e comprovantes de residência de matrícula em escolas públicas.

“Um adolescente que não tem possibilidade de ir ao dentista e de cuidar da boca será um adulto infeliz. Isto porque quem sente dor não estuda, não brinca, não consegue um bom emprego, não beija na boca e se afasta dos amigos. O acesso à saúde bucal de qualidade faz com que esses jovens sejam incluídos novamente na sociedade”, afirma o coordenador-regional voluntário da Turma do Bem, Eric Franco.

A ação ocorre em parceria com a Oral-B e acontecerá simultaneamente em mais de 300 munícipios do Brasil e outros dez países da América Latina e Portugal. Segundo o Conselho Federal de Odontologia, 20 milhões de brasileiros nunca foram ao dentista e 68% não sabem que têm direito a tratamento odontológico público.

Para Franco, esse cenário é resultado de um descaso histórico com a questão da odontologia. “As pessoas continuam sofrendo para ir ao dentista.”

Seleção e tratamento
Após a triagem, é elaborado um dossiê de cada criança e adolescente com a ficha de avaliação, uma cópia do comprovante de residência e a autorização dos pais ou responsáveis para que o tratamento seja realizado. A seleção é feita por meio da aplicação de um índice de prioridade, que beneficia as crianças e os adolescentes mais pobres, com problemas bucais mais graves, e os mais velhos, que estão mais próximos do primeiro emprego.

Cada selecionado recebe uma carta com o nome e o endereço do dentista voluntário que será responsável pelo seu tratamento. Para facilitar o acesso, a Turma do Bem encaminha o beneficiário para o consultório mais próximo da sua residência.

Os dentistas voluntários atendem, em seus próprios consultórios, as crianças e os adolescentes selecionados até eles completarem 18 anos. O tratamento tem caráter curativo e preventivo. Estão inclusos, se necessário, radiografias, ortodontia, próteses e implantes.

 


Com muita música, Bloco Filhos de Zé promove cultura brasileira no Parque da Cidade


Planos de saúde estão em risco com aumento de custos operacionais


Saúde muda data de campanha de imunização contra H1N1 que começa na segunda


Deixe um comentário

Rolar para cima