Votação do impeachment atrasa e só deve começar por volta das 2h

bsbcapitalPor ,11/05/2016 às 19:37, Atualizado em 11/05/2016 às 19:37

Segundo um assessor de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, a votação do afastamento da presidente da República, Dilma Rousseff, só deve ocorrer por volta das 2h da quinta-feira (3/5), depois do encerramento das discussões. A previsão está de acordo com a de técnicos da Casa, que avaliaram que a sessão acabaria por volta das …

Votação do impeachment atrasa e só deve começar por volta das 2h Leia mais »

Plenário do Senado
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Segundo um assessor de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, a votação do afastamento da presidente da República, Dilma Rousseff, só deve ocorrer por volta das 2h da quinta-feira (3/5), depois do encerramento das discussões. A previsão está de acordo com a de técnicos da Casa, que avaliaram que a sessão acabaria por volta das 5h. Pelas regras, os senadores inscrevem em uma lista para discursar e podem falar por até 15 minutos.

Às 17h desta quarta-feira, 52 dos 69 inscritos para discursar ainda não falaram. Isso significaria mais 13 horas de fala. Foi apresentado requerimento para encurtar a duração dos discursos, mas alguns senadores se manifestaram contra a sugestão. Humberto Costa (PT-PE) faz o contraditório ao requerimento. “Não é justo com quem se inscreveu por último”, disse. Renan Calheiros, portanto, não o acolheu: “Não vou assumir a responsabilidade de atrasar ou adiantar o relógio da história”.

A defesa da presidente Dilma Rousseff, representada pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, também poderá falar por 15 minutos.

 


Teori Zavascki nega pedido do governo para anular impeachment


Justiça aceita denúncia contra Liliane Roriz por lavagem de dinheiro


Senado inicia nesta quarta sessão para votar processo de impeachment


Deixe um comentário

Rolar para cima