Presidente do SindMédico-DF em campanha pela vacinação

bsbcapitalPor ,16/06/2021 às 17:18, Atualizado em 16/06/2021 às 17:28

Gutemberg Fialho avalia que deixar de tomar a vacina é muito mais arriscado

O presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF), Gutemberg Fialho, está em campanha para que as pessoas se vacinem contra a covid-19.

Nas redes sociais particulares do sindicalista e do SindMédico-DF, estão sendo veiculados vídeos, cards e mensagens incentivando as pessoas a tomarem as duas doses da vacina, a tomarem a vacina disponível nas datas agendadas e, além disso, esclarecimentos contra fake news, como a da “vacina magnética”.

“Deixar de tomar a vacina representa um risco muito grande. Além do risco de contrair a doença e desenvolver um qradro grave e até ser internado e intubado em uma UTI, há o risco real de morte. Iso é é muito mais arriscado do que o risco de ter algum efeito adverso por tomar a vacina”, avalia Gutemberg Fialho.

A recusa em tomar a vacina contribui para desorganizar o esquema vacinal e a liberação de doses para novas faixas etárias, além de atrasar a melhoria do ritmo da imunização. “Tanto o governo quanto a população devem fazer o possível para acelerar a campanha de vacinação contra a covid-19. O que vai garantir a retomada da normalidade é termos de 70% a 80% das pessoas vacinadas. Não importa qual laboratório fabricou a vacina – vacina boa é a que tem”, enfatiza Gutemberg.

Deixe um comentário

Rolar para cima