Mion pede para Ibaneis não fechar ONG de apoio a autistas 

BSB Capital 09/02/2022 às 10:03, Atualizado em 10/02/2022 às 17:34

Apresentador publicou vídeo nas redes sociais pedindo pela manutenção da AMA-DF. “Tristeza enorme”, afirmou Marcos Mion

marcos mion ama-df

O apresentador Marcos Mion publicou, nesta terça-feira (8), nas redes sociais, um vídeo (veja abaixo) pedindo que o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), intervenha para que a Associação dos Amigos dos Autistas do Distrito Federal (AMA-DF) não feche. “Assista ao vídeo e reposte no seu stories para que ele chegue até o Governador do DF com força! A força popular da mudança!”, escreveu.

Em janeiro, a AMA-DF recebeu, da Secretaria de Saúde, uma intimação de despejo. Com isso, a partir de 1º de abril, véspera do Dia Mundial de Conscientização do Autismo, a associação não terá mais onde funcionar e milhares de autistas e familiares ficarão sem assistência. As informações são do Correio Braziliense.

O vídeo comovente publicado por Mion já acumula mais de 20 mil curtidas e, nele, Marcos Mion fala sobre os motivos apresentados pela Secretaria de Saúde para o despejo e fechamento da AMA-DF. “A justificativa do governo para o despejo é de que o espaço vai ser utilizado agora para abrigar ex-detentos com problemas psquiátricos”, explicou o apresentador.

AMA-DF

“Essa é outra causa que merece sim atenção do Estado, mas porque não manter a AMA-DF no lugar que ela está instalada há mais de 30 anos e criar um novo espaço para atender os ex-detentos?”, questionou Mion. Como o apresentador do Caldeirão falou, a AMA presta atendimento especializado de tratamento e diagnóstico de autismo de nível 3, que é o mais severo, há cerca de 35 anos.

“Perder a AMA-DF, que realiza um trabalho voluntário e único em Brasília, não pode ser uma opção!”, exclamou. Mion tem forte atuação na luta para melhora da qualidade de vida e conscientização acerca do autismo. O apresentador tem um filho diagnosticado com autismo.

Para tentar reverter a situação, o apresentador apelou pelo apoio do Poder Executivo do Distrito Federal e do Governador Ibaneis, para que a decisão seja revista. “Que vocês conheçam o trabalho da AMA-DF, para entender o quanto essa instituição é necessária na vida de muitos autistas e de muitas famílias. Eles contam com esse atendimento. Nós da comunidade autista estamos aqui aguardando uma resposta”, disse.

Veja a íntegra do vídeo:

Leia mais no Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima