Ibaneis corta fita para religar Comercial Norte e Sul

bsbcapitalPor ,22/04/2022 às 16:57, Atualizado em 26/04/2022 às 16:25

Liberação do trânsito é a primeira etapa da construção do túnel no centro de Taguatinga

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Da Redação

Com direito a discursos e novas promessas de melhorias para a população e para os comerciantes, o governador Ibaneis Rocha (MDB) cortou até fita de inauguração, na quinta-feira (21), para liberar o trânsito entre a avenida Comercial Norte e Sul de Taguatinga, uma via que existe desde a fundação da cidade, em 5 de junho de 1958. Os primeiros veículos a atravessar a ponte foram viaturas do Detran, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Todas com as sirenes acionadas.

Foto: Orlando Pontes/Bsb Capital

A preparação em tudo lembrava um evento político, inclusive um mini palco para discursos. Ao lado do governador estavam aliados que pretendem disputar as eleições deste ano. Entre eles, os deputados distritais Agaciel Maia (PL), Jorge Viana (PSD) e o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB), pré-candidato a federal.

Ainda na condição de pré-candidatos, desfilaram ao lado de Ibaneis o ex-administrador regional de Taguatinga, Bispo Renato Andrade (PL) e o ex-distrital cassado Júnior Brunelli (PTB), condenado a quatro anos e seis meses de prisão no inquérito da Caixa de Pandora, no governo de José Roberto Arruda. Morador da cidade, o ex-vice-governador Benedito Domingos compareceu acompanhado de netos.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (Acit), Justo Magalhães, comemorou. “Esta primeira etapa da obra do túnel já representará um ganho para o comércio local, especialmente as lojas do centro da cidade. A expectativa agora é pela liberação de toda a área.

De acordo com o secretário de Obras, Luciano Carvalho, a reativação do tráfego na Comercial traz consigo os primeiros reflexos das benfeitorias com a construção do túnel, “maior obra viária urbana em execução no País que vai transformar a mobilidade da região”.

Foto: Orlando Pontes/Bsb Capital

O cruzamento da Avenida Comercial com a Avenida Central foi interditado em 23 de julho de 2020. Desde então, quem vinha da Comercial Norte para a Sul tinha que dar uma grande volta. “Com isso, muita gente acabava comprando em outro lugar“, conta Raquel Goulart, 56 anos, proprietária de uma banca de revistas aberta na avenida desde 1986. “Agora tenho certeza de que tudo volta a melhorar”, emenda.

Ibaneis aproveitou para garantir que esse é o início de uma série de entregas que vão fazer bem não só a quem reside, mas a quem investe na cidade, gerando emprego e renda. “Este é um governo que anda de mãos dadas com o povo e com o empresariado”, discursou.

A obra favorece que mais carros cheguem aos estacionamentos em frente às lojas e também aumenta a segurança. “Com o movimento de volta tudo muda: poderemos funcionar até mais tarde e, consequentemente, vender mais”, diz Marcos Costa, 25 anos, gerente de uma loja de utilidades domésticas.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima