Há mais de um mês idosa espera por cirurgia no Hospital de Ceilândia

BSB Capital09/05/2022 às 15:10, Atualizado em 09/05/2022 às 15:11

Nos registros do Sistema Único de Saúde (SUS) solicitados pela família ao MPDFT, não constava a entrada da paciente no hospital

Foto: Reprodução Arquivo Pessoal

Da Redação

Paciente do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), Francisca F. Maciel, 94 anos, aguarda há mais de um mês para fazer uma cirurgia ortopédica. Ela sofreu um acidente doméstico em 4 de abril e fraturou a bacia. A família, informa que o estado de saúde da idosa, que tem Alzheimer, agravou-se durante o tempo em que passou internada.

O Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado quando a aposentada sofreu a queda em casa, e a encaminhou para o hospital. Desde então, Francisca permanece sem previsão de quando será operada, o procedimento foi cancelado diversas vezes, segundo informações dos familiares.

Parentes de Francisca decidiram, na última semana procurar o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) para solicitar um encaminhamento da idosa à cirurgia. Porém, a família foi surpreendida com a informação de que nos registros do Sistema Único de Saúde (SUS) não constava a entrada dela no hospital.

Matheus Maciel, neto da idosa contou que a Secretaria de Saúde após esse episódio enviou para o MPDFT um relatório parcial sobre a paciente, e a cirurgia foi marcada duas vezes na última semana, mas acabou cancelada.

Segundo a Superintendência de Saúde da Região Oeste “a paciente F.F.M teve uma piora clínica e, por enquanto, não há condições de ser submetida ao procedimento cirúrgico. A equipe clínica médica do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) está esperando o quadro estabilizar para fazer uma nova reavaliação.”

A SES-DF acrescentou que “todos os pacientes que precisam passar por procedimento cirúrgico devem apresentar quadro clínico estável antes da cirurgia, pois infecções e outros problemas podem interferir no andamento do procedimento e colocar em risco a vida do paciente.”

Com informações do Portal Metrópoles.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima