DF investiga possível caso da variante ômicron

BSB Capital 30/11/2021 às 15:01, Atualizado em 30/11/2021 às 15:24

Homem com idade entre 40 e 49 anos viajou para África do Sul e passou por São Paulo antes de chegar em Brasília

Várias partículas virais de Sars-CoV-2 são observadas no interior da célula após a infecção e a replicação viral.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou, no começo da tarde desta terça-feira (30), que investiga um possível caso de infecção por covid-19 com a variante ômicron. Segundo o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Distrito Federal (Cievs), a pessoa está isolada e é monitorada pela equipe do Cievs.

Ele havia viajado para a África do Sul e voltou ao Brasil no mesmo voo que chegou ao Aeroporto de Guarulhos no último sábado (27), onde houve outro caso suspeito. De São Paulo, ele embarcou em outra aeronave para Brasília.

“Trata-se de um homem, da faixa etária entre 40 e 49 anos, que recebeu 3 doses de vacina. O caso permanece assintomático e o viajante está em isolamento domiciliar desde a chegada à capital”, diz a Secretaria de Saúde do DF.

Segundo a Secretaria de Saúde, o viajante fez o teste para Sars-Covid-2 na segunda-feira (29) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-DF) encontrou “resultado detectável”. A pasta informou que “o Lacen-DF já iniciou as análises para sequenciamento genético da amostra, com o objetivo de verificar se trata-se da variante ômicron”.

Réveillon

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa confirmou o cancelamento de todas as festas públicas para comemoração do Réveillon 2022, que aconteceria em cinco palcos descentralizados, com entrada da população que estivesse com o ciclo básico de vacinação concluído.

“Neste momento, toda a preocupação do GDF está em torno da segurança da população e da saúde pública. O governador Ibaneis Rocha levou em consideração a vida humana, o bem mais valioso. Nesse contexto de insegurança mundial com o vírus, cancelar essas festas públicas é natural e responsável. São vidas humanas que estão em jogo”, destacou o secretário, Bartolomeu Rodrigues, que integrou comitê de avaliação da realização do Réveillon com as pastas da saúde e da segurança.

Leia mais no Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima