DF começa a aplicar 3ª dose da vacina contra covid-19

bsbcapitalPor ,21/09/2021 às 6:29, Atualizado em 21/09/2021 às 18:03

Amanhã (quarta, 22) inicia o agendamento para imunossuprimidos graves e vacina sem agendamento para quem tem mais de 85 anos

Vacinação de idosos no Distrito Federal. Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Começa hoje (terça, 21) o cronograma inicial de atendimento da dose de reforço da vacina contra a covid-19. A terceira dose começa a ser aplicada, em Brasília, na terça-feira (21). Primeiramente, serão atendidos:

  • Idosos que vivem em instituições de longa permanência, com 60 anos ou mais: a partir desta terça-feira (21)
  • Idosos de 85 anos ou mais, sem agendamento: a partir de quarta-feira (22)
  • Imunossuprimidos graves com 18 anos ou mais: por meio de agendamento, aberto a partir de quarta-feira (22)

Conforme recomendação do Ministério da Saúde, a dose de reforço será preferencialmente Pfizer. Mas também podem ser utilizadas as vacinas da AstraZeneca e Janssen.

Como será o atendimento

Idosos institucionalizados

Segundo a Secretaria de Saúde, os idosos que vivem em instituições serão atendidos por equipes volantes que vão aos abrigos e casas de acolhimento. Este público não deve ir até os postos.

Serão atendidos aqueles que já tomaram a dose única ou segunda dose, de qualquer marca, há pelo menos seis meses.

Idosos com 85 anos ou mais

O atendimento será nos postos, sem a necessidade de agendamento. Os endereços e horários serão divulgados na terça-feira (21), no site da Secretaria de Saúde. O atendimento começa na quarta (22).

Conforme a secretaria, é obrigatório apresentar o cartão de vacina que comprova a aplicação da segunda dose ou dose única, aplicada há pelo menos seis meses.

Imunossuprimidos

Serão vacinadas pessoas com 18 anos ou mais, que já tomaram a segunda dose ou dose única há, pelo menos 28 dias. É obrigatório fazer o agendamento.

Conforme a pasta, a dose de reforço será aplicada apenas em imunossuprimidos considerados graves:

  • Imunodeficiência primária grave
  • Quimioterapia para câncer
  • Trasplantados de órgãos sólidos e de células tronco e medula óssea
  • Medicamentos imunossupressores
  • Pessoas com HIV e CD4 <350 células/mm3
  • Pacientes em hemodiálise
  • Doenças imunomediadas inflamatórias crônicas, como reumatológicas, autoinflamatórias e doenças intestinais inflamatórias
  • Usuários de medicamentos modificadores da resposta imune, que constam na lista do Ministério da Saúde

A marcação de horário estará disponível às 14h desta terça-feira (21) no site da Secretaria de Saúde. O atendimento começa na próxima segunda-feira (27).

Deixe um comentário

Rolar para cima