Câmeras e Coronel continuarão em Taguatinga

bsbcapitalPor ,08/05/2015 às 22:35, Atualizado em 08/05/2015 às 22:35

O aumento de 5,2% nos casos de roubo a pedestre no DF no primeiro quadrimestre comparado com o ano de 2014 fez o Governo de Brasília retomar o projeto de usar câmeras de monitoramento nas cidades. O secretário de segurança pública e paz social, Arthur Trindade, afirmou que as câmeras serão peças importantes no combate …

Câmeras e Coronel continuarão em Taguatinga Leia mais »

IMG_5510O aumento de 5,2% nos casos de roubo a pedestre no DF no primeiro quadrimestre comparado com o ano de 2014 fez o Governo de Brasília retomar o projeto de usar câmeras de monitoramento nas cidades. O secretário de segurança pública e paz social, Arthur Trindade, afirmou que as câmeras serão peças importantes no combate ao crime contra o pedestre. “Este tipo de crime afeta diretamente na sensação de segurança da população. Temos que combatê-lo”, afirmou.

O secretário afirmou também que vai retomar a instalação da central de videomonitoramento do 2º Batalhão de Polícia de Taguatinga. O projeto da central está parado desde o inicio do ano devido à possibilidade que havia de transferir os equipamentos para outra sede. O Coronel Mauro de Faria Lemos, diretor-feral da Polícia Militar, afirmou que as câmeras são de extrema importância no combate ao crime nas cidades. “A câmera facilita o trabalho do policial e é capaz de reunir mais provas contra os criminosos. É louvável a atitude da secretaria em retomar esta política”, comemorou o Coronel.

A possibilidade de retirada da central de videomonitoramento de Taguatinga foi denunciada pelo Brasília Capital na edição 199, que circulou de 14 a 20 de março.

Coronel deve continuar

Outra demanda da comunidade taguatinguense à Polícia Militar é quanto a permanência do coronel Edson Rojas no comando do 2º Batalhão. O diretor da PM afirmou que essa possibilidade está praticamente descartada na corporação e que ‘é louvável saber a opinião da população para evitar cometer possíveis falhas’.

O clamor da população de Taguatinga foi também noticiado no Brasília Capital na edição 206, que circulou de 2 a 8 de maio.

 

Leia Mais:

Fica, coronel Rojas!

 

Deixe um comentário

Rolar para cima