Áreas de Desenvolvimento Econômico de Ceilândia são revitalizadas

BSB Capital 17/05/2019 às 11:41, Atualizado em 17/05/2019 às 11:41

Objetivo é garantir o desenvolvimento da região, atraindo empresas e investimentos por meio de melhorias na urbanização e mobilidade urbana

Quem anda por Ceilândia percebe a ação do Governo do Distrito Federal com obras de infraestrutura por toda a região administrativa. Nas Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADEs) do Setor de Indústrias e de Material de Construção não tem sido diferente. Homens e máquinas trabalham para concluir serviços de drenagem pluvial, pavimentação asfáltica, ciclovias, estacionamentos e urbanização de espaços públicos. O investimento de R$ 48 milhões é de um contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A ação é do Programa Procidades – da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

A subsecretária de Apoio às Áreas de Desenvolvimento Econômico (SDE), Maria Auxiliadora França, explica que objetivo do programa é garantir o desenvolvimento das áreas, atraindo empresas e investimentos por meio de melhorias na urbanização e mobilidade urbana.

Segundo mapeamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, no Setor de Indústrias existem 639 imóveis. Desses, 351 possuem empresas instaladas. Para dar maior comodidade aos empresários e clientes, o local está recebendo asfalto e o sistema de drenagem pluvial.

Já no setor de Materiais de Construção há 430 imóveis. A maioria ocupado por empresas (356). Nessa ADE estão previstas a construção de calçadas, ciclovias, estacionamentos e paisagismo. Para o trabalhador de serviços gerais Josivaldo Silva, 31 anos, as intervenções vão melhor o acesso ao setor. “Quando chove as ruas ficam alagadas e há muitos buracos também”, afirma. O empresário José Erivânio conta que há muitos galpões velhos e, abandonados na região. “Imagino que com essa pavimentação muitos desses negócios poderão ser retomados”, considera.

Deixe um comentário

Rolar para cima