Tensão pré-casamento

mmPor , com Fernanda Polsin (*)16/05/2018 às 18:00, Atualizado em 16/05/2018 às 16:02

Por que tanta ansiedade se preparando para um momento feliz?

No próximo dia 19, a família real britânica celebrará a união do príncipe Harry e da atriz MeghanMarkle. E quem acompanha o mundo dos casamentos provavelmente está curioso para saber como será o casamento deles.

Casamento chama atenção. É um dos momentos mais marcantes na vida de grande parte da população. Segundo o IBGE, foram 1.095.535 casamentos civis no Brasil em 2016. E para suprir a necessidade de tantas uniões, o mercado de casamento tem crescido cada vez mais. Existem vários estilos de cerimônia e recepção, além de várias opções de fornecedores, que aproveitam que os noivos precisam decidir sobre tantos detalhes e oferecerem, há cada ano que passa, mais novidades. São detalhes que ocupam o tempo e comprometem o orçamento dos noivos. São contratos e decisões a tomar na busca de realizar o casamento à sua maneira, além de intermediar a união de duas famílias, cada uma com seus valores e gostos. Os conflitos aparecem naturalmente.

Você pode estar se perguntando o porquê de um texto sobre casamento estar sendo publicado em uma coluna de Psicologia. Isso é porque, infelizmente, o senso comum fala sobre noivas estressadas e ansiosas. Já os noivos são os que não decidem muita coisa e apenas pagam pelos serviços. Participando de eventos nos quais os noivos entram em contato com fornecedores, é possível perceber que o próprio mercado propaga essa cultura. É como se “ser estressada” fosse um pré-requisito para casar. São estigmas que trazem prejuízos para os noivos.

A consequência disso é o alto índice de estresse e ansiedade que tomam conta do casal nos meses que antecedem o “grande dia”. Não é incomum que a noiva emagreça muito às vésperas do casamento como resultado de um sintoma ansioso.

Trata-se de uma estafa emocional que poderia ser mais bem trabalhada se houvesse um acolhimento por parte de familiares, fornecedores e profissionais de saúde.

Conversas em grupos de noivas mostram que, para muitos, é praticamente impossível casar e não ter ansiedade ou estresse. Calma, porque isso é possível sim! Com acompanhamento psicológico que auxilie no equilíbrio e controle das emoções, os noivos podem aproveitar o casamento e os momentos que o precedem. É importante ter isso em mente, pois esse dia tão especial merece ser vivido de forma tranquila e feliz.

Como será que os noivos da realeza se prepararam para esse momento? E você? Qual será sua decisão: seguir o senso comum ou abrir caminho para um casamento sem estresse?

 

 

(*) Fernanda Polsin, Psicóloga, CRP: 01/20391

1 comentário em “Tensão pré-casamento”

Deixe um comentário

Rolar para cima