Projeto do CEM 2 do Gama combate toda forma de preconceito

BSB Capital 07/07/2022 às 12:44, Atualizado em 07/07/2022 às 12:44

Utilizando como tema o orgulho de ser quem é, a 1ª Mobilização contra LGBTfobia traz como objetivo conscientizar a população sobre a importância do combate à homofobia para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária

Foto: Reprodução página Transportal/fonte: Jornal de Brasília

Luís Ricardo (*)

No Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, estudantes e professores(as) do Centro de Ensino Médio 2 do Gama desenvolveram um projeto em combate a todo tipo de preconceito e transfobia. Utilizando como tema o orgulho de ser quem é, a 1ª Mobilização contra LGBTfobia traz como objetivo conscientizar a população sobre a importância do combate à homofobia para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária.

Em um palco montado no pátio da escola, estudantes realizaram algumas apresentações como forma de conscientizar as pessoas não héteros a terem orgulho de ser quem são e não aceitarem preconceitos. “O Brasil é o país que mais assassina pessoas trans e é urgente que haja uma conscientização. É preciso valorizar as pessoas, independente de sua orientação sexual”, ressalta Tom Alves, vice-diretor do CEM 02.

Reconhecido no mundo inteiro como um marco na luta por inclusão e por respeito à diversidade de gênero e de orientação sexual, o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ é marcado por muita luta, intolerância e repressão de minorias.

(*) Jornalista do Sinpro-DF

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima