Pelaí: Justiça embarga privatização da Praça do DI

BSB Capital 28/05/2022 às 16:21, Atualizado em 30/05/2022 às 11:48

Na manhã deste sábado (28), houve manifestação na Praça do DI em prol da ação popular contra a licitação que vendeu um lote de 800m² na praça

Foto: Divulgação

Da Redação

A venda de um lote de 800m² na Praça do DI, em Taguatinga Norte, foi parar na Justiça. O terreno pertencia aos Correios. A empresa compradora, a Seasons Imobiliária Ltda., que pagou R$ 2,35 milhões, também terá de dar explicações sobre a negociação. Moradores da cidade recorreram contra a licitação alegando que a área é pública. O Brasília Capital denunciou o caso na edição 560 (de 2 a 8 de abril deste ano), mostrando a mobilização da comunidade.

“A Praça do DI é nossa”

Na manhã deste sábado (28), houve manifestação na Praça do DI. Sob o lema “a Praça do DI é nossa”, falaram os advogados Adriana Luz e Marivaldo Pereira sobre a ação popular para barrar o edital que vendeu 800m² da praça. O evento contou com a presença e apoio da deputada federal Érika Kokay (PT). O grupo se diz “organizado, firme e forte para juntos vencerem”.

Ainda teve contação de histórias com Miriam Rocha e Lucas Baraúna, além de troca de livros.

 

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima