Para ter um lugar no mundo é preciso honra e gratidão

bsbcapitalPor ,27/04/2016 às 9:41, Atualizado em 09/07/2016 às 3:37

 Fernanda Sampaio (*)   Há uma busca por sucesso na vida por parte de todos nós. O sucesso abrange várias de nossas atividades: profissional, amorosa, pessoal, social. Seja como for, essa jornada é descrita por um desejo de autorrealização. Autorrealizar-se é uma forma de estar contente com aquilo que conquistamos. Consiste em ter orgulho de …

Para ter um lugar no mundo é preciso honra e gratidão Leia mais »

 Fernanda Sampaio (*)

 

Há uma busca por sucesso na vida por parte de todos nós. O sucesso abrange várias de nossas atividades: profissional, amorosa, pessoal, social. Seja como for, essa jornada é descrita por um desejo de autorrealização. Autorrealizar-se é uma forma de estar contente com aquilo que conquistamos. Consiste em ter orgulho de si mesmo e de ter autoestima, confiando na sua própria capacidade de realização.

O que muitos não imaginam, é que, para alcançar esse estado de plenitude, precisamos conhecer a nossa história, fazer um retrospecto da nossa vida e buscar a nossa origem. Não importa se nesse reencontro nos deparemos com ancestrais de comportamentos, atitudes e ações com os quais não concordemos totalmente, por achá-los inconvenientes ou inadequados. Não se pode mudar o que passou.

É importante compreendermos que devemos a nossa vida a esse conjunto de fatos ocorridos no passado. Eles foram a essência que deu origem à construção de nossa existência. Precisamos entender que aqueles que vieram antes, para o bem ou para o mal, fizeram o seu melhor ou acreditavam estar fazendo o melhor, ou, ainda, o que era possível dentro das  suas possibilidades e limitações de então.

A caminhada pela vida torna-se incompleta quando não conhecemos essas origens, ou quando, conhecendo-a, a repudiamos. Para alcançarmos a autorrealização, é imperioso que honremos o nosso passado, os nossos ancestrais e todos aqueles que nos antecederam.

Não importa se concordamos ou não com o que foram ou com o que fizeram.  Carregamos no sangue essa genética, e só nos tornaremos melhor se olharmos para trás e soubermos perdoar os erros cometidos por nossos ancestrais e que são por nós incompreendidos.

O nosso passado pode nos apontar o norte, mostrando-nos o caminho que se abre para seguirmos em frente. Afinal, o sucesso é para aqueles que sabem lidar com as perdas, os medos, as vergonhas e os fracassos. Só é possível aprender e superar, confrontando e assumindo as responsabilidades por tudo que passou. Dessa forma, teremos gratidão. E a gratidão é a porta que se abre para o caminho do sucesso e da felicidade.

(*) Psicóloga, Psicodramatista, Terapeuta Sexual, Palestrante, Especialista em  Brainspotting e EMDR

 


Pânico: a grande explosão!


Deixa a vida fluir


Amor aos ancestrais


 

Deixe um comentário

Rolar para cima