Novembro Azul: pela saúde dos homens

bancariosPor ,08/11/2021 às 0:08, Atualizado em 08/11/2021 às 0:09

Sindicato dos Bancários integra campanha Novembro Azul

novembro azul bancarios

O Sindicato dos Bancários se junta, em mais um ano, à campanha internacional Novembro Azul para incentivar a procura por ações de promoção da saúde dos homens da categoria, chamando a atenção, principalmente, para a importância da prevenção do câncer de próstata.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o tipo mais comum entre a população masculina, atingindo 29% dos homens no País. Entre 2020 e 2022, a estimativa é de que ocorram 66 mil novos casos. O diagnóstico precoce é fundamental para a cura.

Diretor da Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN) e integrante do Coletivo de Saúde da Contraf-CUT, Wadson Boaventura comentou sobre o tabu que ainda cerca a saúde do homem brasileiro, impedindo que muitos procurem ajuda médica. 

Arte|Fato

Durante a 15ª edição do programa Arte|Fato, que foi ao ar na terça-feira (2), o dirigente pontuou que “muitos perdem a vida por não terem feito exames simples. Dados apontam para a morte de um brasileiro a cada 38 minutos vítima do câncer de próstata. 

“Os números mostram que o câncer é uma questão de saúde pública e que políticas de prevenção e garantias de acesso ao tratamento devem ser pautas permanentes de discussão da sociedade e aplicação por parte do Estado. Campanhas como o Outubro Rosa e o Novembro Azul impulsionam maior procura pelo médico”, comenta a secretária de Saúde do Sindicato, Vanessa Sobreira.

Especialistas recomendam que homens com mais de 50 anos, ou mais de 45 se houver histórico familiar de câncer de próstata, procurem um médico anualmente para realizar os exames preventivos. As chances de cura aumentam em 90% quando a doença é detectada no início.

Leia mais no Brasília Capital

** Este é um artigo de opinião. A visão do autor não necessariamente expressa a linha editorial do jornal Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima