Licença-prêmio a servidores será paga até dezembro, diz Rollemberg

bsbcapitalPor ,20/05/2016 às 8:46, Atualizado em 09/07/2016 às 3:51

  O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou nesta quinta-feira (19) o cronograma de pagamento de licenças-prêmio dos servidores públicos referentes a 2015. Débitos do primeiro semestre serão quitadas até julho. O restante será pago até dezembro. Segundo o GDF, a dívida com as licenças no primeiro semestre somam R$ 34,4 milhões, referentes a …

Licença-prêmio a servidores será paga até dezembro, diz Rollemberg Leia mais »

rollemberg (1)
O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, durante anúncio do cronograma de pagamento das licenças-prêmio de servidores do GDF, referentes a 2015 (Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília)

 

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou nesta quinta-feira (19) o cronograma de pagamento de licenças-prêmio dos servidores públicos referentes a 2015. Débitos do primeiro semestre serão quitadas até julho. O restante será pago até dezembro.

Segundo o GDF, a dívida com as licenças no primeiro semestre somam R$ 34,4 milhões, referentes a 268 aposentadorias, principalmente entre funcionários da Saúde e Educação. Os débitos do segundo semestre totalizam R$ 57,5 milhões a 810 aposentados.

Rollemberg informou que gastou R$ 100 milhões com o pagamento do benefício no ano passado, para 1.225 aposentaorias do primeiro semestre de 2015 – R$ 39,7 para 606 servidores da Educação e R$ 18,5 para 208 aposentados da Saúde.

“Nós estaremos até o final do ano pagando R$ 200 milhões referentes às pecúnias de 2015 para um conjunto de pouco mais de 2 mil funcionários”, disse o governador.

Em novembro do ano passado, o Sindicato dos Professores do DF (Sinpro) chegou a se reunir com Rollemberg. Na oportunidade, o governador disse que as licenças seriam pagas no período de dezembro de 2015 a março de 2016.

“Nós estamos inovando no sentido de que estamos pagando tudo em ordem cronológica, com a absoluta transparência, e não estamos declarando ao final do ano o exercício findo, o que fazia com que as pessoas tivessem que buscar os seus direitos na Justiça”, diz Rollemberg.

Segundo o governador, os pagamentos serão feitos com recursos do próprio orçamento do GDF. “Aprovamos algumas medidas no ano passado, que permitiram o aumento da arrecadação tributária. Nós estamos tendo uma frustração das transferências da União, mas estamos fazendo todo o esforço para honrar os compromissos assumidos.”

O chefe do Executivo afirmou que os concursos públicos legais que estão em vigor no DF, e que venceriam até o fim de 2016, serão prorrogados.

 

 


Cunha usa defesa no Conselho para indicar nulidade de seu processo


TJ acata denúncia, e Agnelo vira réu por dobrar jornada no fim do mandato


Aliado de Cunha será líder do governo Temer na Câmara


 

 

Deixe um comentário

Rolar para cima