Guerrero perde gol incrível, Corinthians empata com Fluminense no Maracanã e deixa liderança

bsbcapitalPor ,25/05/2015 às 8:56, Atualizado em 25/05/2015 às 8:56

Autor de alguns dos gols mais importantes da história recente do Corinthians, o atacante Paolo Guerrero perdeu neste domingo um dos mais fáceis que já ficou em condições de marcar. Com a meta escancarada, o peruano bateu para fora, aos 22 minutos do segundo tempo, aquele que seria o gol da vitória do Corinthians sobre …

Guerrero perde gol incrível, Corinthians empata com Fluminense no Maracanã e deixa liderança Leia mais »

20150524181234994539iAutor de alguns dos gols mais importantes da história recente do Corinthians, o atacante Paolo Guerrero perdeu neste domingo um dos mais fáceis que já ficou em condições de marcar.

Com a meta escancarada, o peruano bateu para fora, aos 22 minutos do segundo tempo, aquele que seria o gol da vitória do Corinthians sobre o Fluminense. Ficou o lamento, mas o jogo sem gols no estádio do Maracanã, no Rio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, acabou fazendo justiça tanto pela falta de pontaria corintiana, quanto pela grande tarde do goleiro Cássio.

O empate fora de casa fez com que o Corinthians deixasse de ser o único time do Brasileirão com 100% de aproveitamento. Com 7 pontos, não é mais nem o líder do campeonato. O Fluminense, com 4, segue em posição intermediária na tabela de classificação.

De técnico novo – Enderson Moreira assumiu na última quarta-feira e fez apenas três treinos até a partida deste domingo -, o Fluminense iniciou travado. Teve uma chance logo aos 55 segundos, quando Gerson chutou à queima-roupa após erro da defesa corintiana, mas depois disso o time demorou a engrenar.

Do outro lado, o Corinthians de Tite encontrou ainda mais dificuldades. Enfrentando um adversário que marcava sob pressão, incluindo na saída de bola, a equipe paulista não conseguia criar e se limitava a atacar buscando contragolpes pelo setor esquerdo. Por lá, Fábio Santos começou a plenos pulmões, mas diminuiu o ritmo a partir dos 20 minutos.

Principal peça do time, Guerrero era sempre acompanhado por um marcador do Fluminense. Tentava tramar jogadas com Mendoza, mas quase não conseguiu entrar na grande área no primeiro tempo. Foi por causa disso que, na etapa inicial, o Corinthians teve uma única finalização – e ela veio somente aos 41 minutos, quando Jadson arrematou de longe e Diego Cavalieri caiu no canto esquerdo para segurar com firmeza.

Já o time carioca conseguiu jogar mais solto a partir dos 30 minutos. A jogada preferida era pelos flancos: na direita, Vinícius e Gerson usavam a velocidade, enquanto que Wagner e Jean trocavam passes pelo lado esquerdo. Assim, o Fluminense chegou duas vezes com perigo na parte final do primeiro tempo. Na melhor delas, Vinícius chutou cruzado e a bola tocou no poste direito.

O domínio carioca se manteve no início do segundo tempo. Antes dos 10 minutos, foram três chances claras de gol. Na primeira delas, Fred cabeceou à direita, aos 4. Mas foi aos 7 que o Fluminense teve a sua grande chance de abrir o marcador. Gerson chutou de fora da área e Cássio defendeu; no rebote, Fred concluiu quase da pequena área e o goleiro corintiano se agigantou na sua frente.

Depois disso, o Corinthians finalmente voltou a jogar. Petros e Jadson se aproximaram dos homens de frente, Mendoza foi atuar nas pontas e o time ganhou mais opções de tabelamento. Aos 22 minutos veio a grande chance do jogo. Petros roubou a bola de Gum no bico da grande área, Diego Cavalieri saiu da meta e o meia do Corinthians rolou no lado oposto para Guerrero. Livre, com o gol escancarado a poucos metros, o atacante peruano tentou colocar no ângulo e mandou para fora, à esquerda.

Aquele gol perdido fez falta, principalmente para um time que vinha enfrentando dificuldades desde o início do jogo para chutar ao gol de Diego Cavalieri. Menos mal para o Corinthians que, do outro lado, mesmo que o Fluminense agora tivesse Lucas Gomes, Magno Alves e Fred formando o ataque, as finalizações diminuíram. E, quando vieram, pararam nas mãos de Cássio.

FLUMINENSE 0 x 0 CORINTHIANS

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Renato (Wellington Silva), Gum, Antônio Carlos e Giovanni; Edson, Jean, Wagner, Gerson (Magno Alves) e Vinícius (Lucas Gomes); Fred. Técnico: Enderson Moreira.

CORINTHIANS – Cássio; Edilson, Gil, Edu Dracena e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique (Elias), Petros e Jadson (Danilo); Mendoza (Emerson) e Guerrero. Técnico: Tite.

CARTÕES AMARELOS –
Jadson e Petros (Corinthians); Renato e Gum (Fluminense).

ÁRBITRO – Heber Roberto Lopes (Fifa/SC).

RENDA –
R$ 645.225,00.

PÚBLICO – 14.932 pagantes (17.419 no total).

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

leia mais:


Puxão de orelhas do chefe


Eliminado da Libertadores, Corinthians cortará gastos e deverá perder jogadores neste ano


Deixe um comentário

Rolar para cima