Google e Youtube tiram caçadores do ar

BSB Capital 03/08/2022 às 13:30, Atualizado em 04/08/2022 às 14:55

Justiça do DF determina exclusão de vídeos que exibem caça de animais silvestres

Chico Sant’Anna

A Google Brasil Internet e o Youtube foram condenados pela Justiça do Distrito Federal a retirar de suas plataformas todos os vídeos que exibam a prática de caça de animais silvestres no território brasileiro, a não disponibilizar novos vídeos, tampouco vídeos que promovam a caça de animais no Brasil.

A sentença nessa instância é definitiva. Cabe recursos a instâncias superiores, mas, mesmo que recorra, as multinacionais terão que cumprir o que foi definido, sob pena de terem que pagar multa de R$ 10 mil por dia.

A decisão é fruto de uma ação civil pública impetrada pela Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas), que busca eliminar dessas plataformas a apologia à caça indiscriminada.

Para a Renctas, a divulgação dos vídeos por “caçadores assassinos” atrai mais seguidores e incentiva a caça ilegal em total desrespeito ao meio ambiente e à legislação ambiental brasileira.

Leia a matéria completa no blog Brasília por Chico Sant´Anna.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima