GDF prevê a devolução de 320 veículos e economia de R$ 11,5 milhões em 2015

bsbcapitalPor ,27/02/2015 às 15:08, Atualizado em 27/02/2015 às 15:08

Com o objetivo de regularizar a frota de veículos alugados e reduzir os gastos da máquina pública, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu vistoriar os carros alugados pela administração pública. A ação deve ser finalizada na tarde desta sexta-feira (27). O governo espera devolver um total de 320 carros, o que deve gerar uma …

GDF prevê a devolução de 320 veículos e economia de R$ 11,5 milhões em 2015 Leia mais »

image001

Com o objetivo de regularizar a frota de veículos alugados e reduzir os gastos da máquina pública, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu vistoriar os carros alugados pela administração pública. A ação deve ser finalizada na tarde desta sexta-feira (27). O governo espera devolver um total de 320 carros, o que deve gerar uma economia de mais de R$ 11,5 milhões/ano gastos com aluguel e combustível. “Nossa meta é reduzir em 20% a frota de veículos alugados. A crise financeira em que o GDF se encontra exige que se aperte o cinto. E medidas como esta trazem um resultado efetivo”, observa o secretário de Gestão Administrativa e Desburocratização, Antonio Paulo Vogel.

Durante esses três dias, cerca de 800 veículos serão vistoriados. Nos dois primeiros dias da operação, 452 carros foram inspecionados pela Polícia Militar do Distrito Federal e desses, quase 100 foram retidos. Entre as irregularidades encontradas estão pendências nas documentações dos veículos como IPVA e seguro, pneu careca, ausência de logomarca do governo, problemas elétricos e latarias amassadas. Todos os veículos retidos serão separados por lote e contrato, e devolvidos para as empresas.

Segundo o subsecretário de Administração de Próprios, Marcello Nóbrega, o corte está sendo feito pela situação de cada veículo vistoriado. “Só a frota de veículos utilitários do tipo Kombi extrapolou o limite de utilidade de dois anos. Agora vamos devolver e substituir por Vans. Dos 328 utilitários, 178 estão com mais de três anos de utilização”, afirma Nóbrega.

Para o policial militar, Edilson Braz Souza, trata-se de uma excelente ação do governo, pois traz segurança a todos que utilizam os carros do GDF desde o motorista até o passageiro que é transportado. “A situação dos veículos está muito ruim e agora, com essa atuação do governo, estaremos mais seguros nas vias do Distrito Federal”, comemora o PM. O motorista Moacir Pontes complementou: “Sendo para melhorar é válido demais. Tanto para nós motoristas quanto para os usuários”.

De acordo com o subsecretário Marcelo Nóbrega, a redução de veículos não fará falta ao funcionamento da estrutura governamental. “Nos meses de novembro e dezembro do ano passado, houve a incorporação de mais carros e ainda contamos com a redução do número de servidores no GDF, no início deste ano”, justificou.

Além da redução na frota, haverá ainda limite para o abastecimento dos veículos. Em janeiro, foram gastos menos 126 mil litros de combustível em relação ao mesmo período do ano passado. A economia foi de R$ 358 mil só no primeiro mês da nova gestão. Os novos contratos de aluguel de carro exigem que todos os veículos sejam equipados com GPS para que se possa saber por onde estão circulando. Esse monitoramento permitirá um maior controle com os gastos de combustível e a verificação da ociosidade de veículos.

Deixe um comentário

Rolar para cima