Buscas pelo indigenista Bruno e pelo jornalista Dom Phillips continuam

BSB Capital 14/06/2022 às 14:59, Atualizado em 14/06/2022 às 16:36

A esposa do indigenista Bruno Pereira informou que os corpos teriam sido encontrados. Porém, a PF e a associação indígena Univaja não confirmaram a informação

Foto: TV Globo/Reprodução

Da Redação

Continuam nesta terça-feira (14), as buscas pelo indigenista Bruno Araújo Pereira e pelo jornalista inglês Dom Phillips. Os dois desapareceram no último domingo (5), quando navegavam pela Terra Indígena Vale Javari, no Amazonas.

Além dos esforços concentrados na região, as buscas são feitas em outras áreas do Rio Itaquaí e as investigações seguem de forma técnica, segundo a Polícia Federal (PF). Eles desapareceram numa reserva que é palco de conflitos relacionados ao tráfico de drogas, roubo de madeira e garimpo ilegal.

Na segunda-feira (13), a informação de que dois corpos foram encontrados repercutiu nos principais veículos de comunicação do País. Paul Sherwood, cunhado de Dom Phillips, informou que dois corpos haviam sido encontrados e que a informação foi repassada à família por um representante da embaixada brasileira no Reino Unido. Mas a Polícia Federal e a associação indígena que denunciou os desaparecimentos negaram a informação de que os corpos dos dois foram localizados.

Nesta terça, Paul Sherwood recontou em post no Twitter que a notícia sobre a descoberta de corpos na Amazônia foi repassada por Roberto Doring, representante da embaixada brasileira no Reino Unido.

Um “material orgânico aparentemente humano”, foi encontrado pelas equipes que fazem buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips, no rio próximo ao porto de Atalaia do Norte, também na sexta (10).

De acordo a Polícia Federal (PF), o material encontrado foi encaminhado para análise pericial pelo Instituto Nacional de Criminalística da PF.

No sábado (11), o Corpo de Bombeiros descartou que a escavação encontrada às margens do rio Itaquaí, onde Bruno e Dom Phillips foram vistos pela última, tenha relação com o desaparecimento dos dois, na Amazônia.

Bombeiros encontraram no domingo (12) uma mochila, um notebook e um par de sandálias na área onde são feitas as buscas. O material achado foi encaminhado para perícia. Durante a noite de domingo, a Polícia Federal confirmou que os pertences encontrados são mesmo dos dois desaparecidos.

Nas primeiras horas da segunda-feira (13), a mulher de Dom Phillips, Alessandra Sampaio, informou que os corpos do esposo e do indigenista Bruno Pereira teriam sido encontrados. Porém, a PF e a associação indígena Univaja não confirmaram a informação.

Indígenas fizeram uma manifestação na sede do município de Atalaia do Norte, em apoio a lideranças da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari. O ato também ocorreu em solidariedade às famílias dos desaparecidos.

Ainda na segunda, a Polícia Federal divulgou imagens que mostram os objetos Dom Phillips e Bruno Araújo encontrados na área de buscas.

A perícia no material orgânico que foi encontrado durante as buscas ainda passa por análises e o resultado da perícia deve sair durante a semana, segundo comunicado divulgado pela PF.

Com informações do G1

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima