Brasília ganha placas em 41 endereços marcantes do rock

BSB Capital 13/07/2022 às 16:43, Atualizado em 13/07/2022 às 17:26

13 de julho é Dia Mundial do Rock. Brasília, considerada a capital brasileira desse gênero musical, ganha placas em 41 pontos importantes para o rock brasiliense

A placa sinaliza o local onde morou Renato Russo, líder da Legião Urbana, na SQS 303. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Da Redação

Neste 13 de julho é comemorado o Dia Mundial do Rock. Brasília, considerada a capital brasileira desse gênero musical, tem muito a festejar. Graças a parceria entre o vocalista da banda Plebe Rude, Philippe Seabra, e a faculdade Upis, com apoio da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, 41 pontos marcantes para o rock brasiliense receberam placas que contam a história do estilo no Distrito Federal através de um texto breve e um QR Code.

A ideia de Seabra fez com que o DF fosse reconhecido numa reportagem da CNN internacional como um dos três destinos que são referência para o rock, junto com Londres e Nova York. A visita a esses locais pode ser um bom programa para turistas e brasilienses.

A lanchonete Food’s é lembrada como o local de shows marcantes nas décadas de 1970 e 1980, na EQS 110/111 Sul. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Por Brasília passaram 15 bandas, o que torna o rock muito importante para a cultura da cidade, conta Seabra. Para colocar em prática o projeto, ele destaca como fundamental o apoio do professor Leonardo Brant, da faculdade Upis.

Alguns dos pontos mapeados por Seabra são muito visitados por quem gosta de rock. Um deles é o bloco B da SQS 303, onde morou o Renato Russo, ex-vocalista da banda Legião Urbana. O porteiro do prédio, Antônio Rodrigues, disse que trabalha no local há 20 anos e, embora não tenha conhecido o artista – apenas a mãe de Renato, dona Carminha –, conhece a história dele e já presenciou várias homenagens.

Segundo o secretário de Turismo, Gustavo Assis, o mapeamento dos pontos faz com que a história do rock se mantenha viva e seja conhecida. “A rota permite que o rock seja rememorado pelos visitantes”, destaca.

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Os 41 pontos da Rota Brasília Capital do Rock:

1 – Ginásio Nilson Nelson
2 – Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
3 – Centro de Convenções Ulysses Guimarães
4 – Torre de TV
5 – Sala Funarte (Sala Cássia Eller)
6 – Esplanada dos Ministérios
7 – Teatro Nacional
8 – Colina – UnB
9 – Concha Acústica
10 – Brasília Rádio Center (SRTVN Quadra 702)
11 – Bar Cafofo (CLN 407)
12 – ISS Norte – UnB
13 – Bar Radicaos (CLN 105)
14 – Porão do Rock (CLN 207)
15 – Bar Adrenalina (CLN 205)
16 – Bar Bom Demais (706 Norte)
17 – Cine Centro São Francisco (CLS 102/103)
18 – Food’s (EQS 110/111 Sul)
19 – Rampa Acústica do Parque da Cidade
20 – Residência de Renato Russo (SQS 303)
21 – Bar/Restaurante Beirute (CLS 109)
22 – Faculdade Upis (SEPS 911/912)
23 – Escola Americana de Brasília
24 – Residência de Herbert Vianna – 104 Sul
25 – Cultura Inglesa
26 – Gate’s Pub (403 Sul)
27 – Sesc (913 Sul)/Teatro Garagem
28 – Praça Eduardo e Mônica – Parque da Cidade
29 – Teatro Galpãozinho (CRS 508 Sul) – Espaço Cultural Renato Russo
30 – Centro Comercial da QI 11 do Lago Sul – Gilbertinho
31 – Centro Comercial Gilberto Salomão – QI 5 do Lago Sul
32 – Comércio Local da QI 9 do Lago Sul – antiga lanchonete Giraffa’s
33 – QG dos Raimundos (SHIS QI 9, Conjunto 20 – Lago Sul)
34 – Ermida Dom Bosco
35 – Parque Vivencial II (SHIN QL 2 – Lago Norte)
36 – QG da Plebe Rude (SHIN QI 8,Conjunto 10 – Lago Norte)
37 – Teatro de Arena – Cave (Guará)
38 – Teatro Rolla Pedra (Taguatinga)
39 – Estacionamento do Estádio Bezerrão (Gama)
40 – Teatro Galpãozinho (Gama)
41 – Centro Cultural Cine Itapoã (Gama)

Dia Mundial do Rock

O dia 13 de julho foi escolhido para celebrar o rock, porque neste dia, em 1985, aconteceu o Live Aid, um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos, com a participação das principais bandas de rock do mundo. A iniciativa do evento foi chamar a atenção para a pobreza e fome na Etiópia.

Com informações da Agência Brasília e G1.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima