Após autorização de Parlamento, Rússia realiza primeiro ataque aéreo na Síria

BSB Capital 30/09/2015 às 5:23, Atualizado em 30/09/2015 às 5:23

A Rússia realizou nesta quarta-feira (30) seu primeiro ataque aéreo na Síria, horas após o Parlamento russo ter garantido por unanimidade ao presidente Vladimir Putin, o direito de enviar as Forças Armadas ao país árabe. O ataque ocorreu próximo à cidade de Homs. A ação teria atendido pedido do regime do ditador Bashar al-Assad de ajuda militar. A Rússia tem …

Após autorização de Parlamento, Rússia realiza primeiro ataque aéreo na Síria Leia mais »

6nov2012---o-presidente-russo-vladimir-russo-dir-conversa-com-o-chefe-de-gabinete-do-kremlin-sergei-ivanov-durante-reuniao-em-moscou-1443612545118_615x300
O presidente russo, Vladimir Russo (dir), conversa com o chefe de gabinete do Kremlin, Sergei Ivanov, durante reunião em Moscou

A Rússia realizou nesta quarta-feira (30) seu primeiro ataque aéreo na Síria, horas após o Parlamento russo ter garantido por unanimidade ao presidente Vladimir Putin, o direito de enviar as Forças Armadas ao país árabe. O ataque ocorreu próximo à cidade de Homs.

A ação teria atendido pedido do regime do ditador Bashar al-Assad de ajuda militar.

A Rússia tem aumentado sua presença militar na Síria, onde apoia as forças do governo em um conflito que coloca o país contra os militantes do Estado Islâmico e rebeldes apoiados pelo Ocidente.

Sergei Ivanov, chefe de gabinete do Kremlin, disse após a votação no Conselho da Federação, a câmara alta do Parlamento russo: “O presidente sírio pediu à liderança do nosso país por assistência militar”.

Mas ele disse que a votação não significa que as forças russas irão participar do conflito e que a ação se refere somente ao uso da Força Aérea.

“Se haverá uma aliança unida, o que duvido, ou no final duas alianças – uma norte-americana e uma russa – eles terão que coordenar suas ações”, disse Ivan Konovalov, especialista militar, à Reuters.

“Para Forças russas operarem lá de forma legítima… uma lei é necessária”, acrescentou.


Leia mais:


 

Polícia admite que alteração da cena de crime por PMs abala imagem das UPPs


Justiça nega transferência de prefeita ostentação para Pedrinhas no MA


Marcas no solo provam que existe água em Marte, diz Nasa


 

 

Deixe um comentário

Rolar para cima