Anjos, demônios e sintonia

BSB Capital 02/07/2022 às 9:00, Atualizado em 04/07/2022 às 12:47

Opte pelo mal e sintonizará com o ódio, a inveja, a corrupção e a violência. Opte pelo bem e caminhará para a felicidade

José Matos. Foto: Divulgação.

José Matos

Tudo são ondas, vibrações e sintonia. Como você pensa, exterioriza ondas com certo comprimento que atraem e sintonizam com ondas de mesmo comprimento. Semelhante ao rádio ou à TV, que precisamos ajustar na faixa ou canal certos, assim também como emitimos, sintonizamos com anjos, demônios ou com os bilhões de pensamentos que trafegam em nossa atmosfera.

Os seres elevados emitem ondas de curtíssimo comprimento. Quanto mais elevados, mais curtas são as ondas emitidas. Os seres maus, as emitem em longos comprimentos. Quanto piores, mais longas serão as ondas emitidas. Quanto mais curta é o comprimento da onda, maior o alcance e penetração. Quanto mais longas, menor o alcance e menor penetração.

As ondas curtas emitidas por seres elevados (anjos), quando captadas, dão paz, alegria sadia, disposição, determinação e sentimentos de caridade e fraternidade. As ondas longas, emitidas por seres ruins (demônios), quando captadas, dão irritação, impaciência, inquietação, agressividade, inveja, sentimentos de ódio, mágoa, racismo, discriminação, perseguição etc.

Assim, se você quiser receber inspiração dos anjos, avatares, espíritos superiores, vibre na faixa do bem na forma de ideal nobre, leituras e conversas edificantes e atitudes amorosas. Quanto mais elevados os pensamentos, sentimentos e atitudes, mais elevados serão os seres atraídos e sintonizados. Quanto piores os pensamentos, sentimentos, leituras, conversas e atitudes, piores serão os seres atraídos e sintonizados.

A mudança da faixa do mal para a faixa do bem requer tempo, determinação e dedicação. Por saber disso é que no AA (Alcoólicos Anônimos), o programa é para 24h, renovado a cada dia: hoje eu não vou beber e evito o primeiro gole. Pode haver recaídas? Sim, mas os vencedores devem servir de exemplo para que se continue na caminhada.

É neste sentido o exemplo do Apóstolo Paulo: “o mal que não quero fazer, isto é que faço. O bem que quero fazer, isto é que não faço, mas pela Graça de Deus não sou mais o que fui”.

Opte pelo mal e sintonizará com o ódio, a inveja, a corrupção e a violência. Opte pelo bem e caminhará para a felicidade. Tudo são ondas, vibração e sintonia. Caminhe para a luz, até que haja só o caminhar!

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima