A educação na transformação da sociedade

BSB Capital 19/09/2015 às 10:19, Atualizado em 19/09/2015 às 10:19

 João Batista Pontes (*)   A educação é o mais importante instrumento transformador da sociedade, uma vez que ela muda o homem para melhor. E o ser humano mudado passa a ser o agente transformador da sociedade¹. Não há dúvidas de que a educação, em qualquer nível, representa o fundamento da evolução humana e o …

A educação na transformação da sociedade Leia mais »

 João Batista Pontes (*)

 

A educação é o mais importante instrumento transformador da sociedade, uma vez que ela muda o homem para melhor. E o ser humano mudado passa a ser o agente transformador da sociedade¹. Não há dúvidas de que a educação, em qualquer nível, representa o fundamento da evolução humana e o futuro das gerações. Mas para que ela se desenvolva sob a perspectiva da transformação social, é preciso que todos os participantes do processo ensino-aprendizagem estejam conscientes de que uma mudança significativa não pode conviver com a perpetuação do que já existe.

Obviamente, os educadores não podem esquecer que a escola tem o dever de transmitir instruções e orientações para que os jovens possam se inserir em um mundo de tecnologias cada vez mais avançadas. A adequada qualificação é um elemento básico para a inserção no mercado de trabalho, para conquista de posição social e de empoderamento. Mas não pode e nem deve limitar-se a este papel.

A principal missão do ser humano é transformar o mundo e a da escola é contribuir para a construção desta sociedade renovada, democrática, fraterna e participativa. Os valores cívicos, democráticos e da cidadania não são apreendidos nos moldes de uma disciplina escolar, mas pela convivência com pessoas e em ambientes que os pratiquem rotineiramente. Em síntese, pelo exemplo.

Por isto, um educador, mais do que qualquer outro agente social, deve ter uma visão progressista, evolutiva e reformadora, imprimindo à sua atuação um sentido construtivo e modernizante, atento à realidade de sua comunidade e cooperando para a consagração dos valores essenciais constantes da nossa Carta Magna.

Precisamos ter consciência de que a transformação da realidade social exige, antes, um esforço para compreender e interpretar essa realidade. E isto não ocorrerá se a educação continuar a ser entendida como um lugar limitado, um espaço formal (sala de aula – professor) e desenvolvida apenas com a finalidade de transmissão-aquisição de conhecimentos abstrato e teóricos. A educação não pode isolar-se da realidade social em que está inserida. É preciso fomentar o debate para que o educando tenha condições de fazer uma leitura de sua realidade passada, presente e futura e acender nele a chama do desejo de lutar por uma sociedade melhor.

É uma missão fácil. Mas confiamos na capacidade e disposição de nossos educadores, que exercem essa sublime e importante missão de preparar os jovens para que eles construam um mundo melhor.

¹“A educação não transforma a sociedade. A educação transforma o homem e este transforma a sociedade”. Paulo Freire

(*) Consultor de orçamento do Senado Federal e geólogo

 

Deixe um comentário

Rolar para cima