Taguatinga apoia o sentido único

gustavogoesPor ,04/07/2015 às 13:59, Atualizado em 04/07/2015 às 13:59

Apesar de não ser unanimidade entre os moradores, a mudança no trânsito da Comercial e da Samdu é comemorada pela maioria   Uma discussão que se arrasta há mais de vinte anos finalmente será posta em prática em Taguatinga a partir do sábado (18). O governo vai adotar o sistema de mão única nas duas …

Taguatinga apoia o sentido único Leia mais »

_MG_6719
A avenida Comercial Norte, a partir do dia 18, terá sentido único. Foto: Allan Gomes

Apesar de não ser unanimidade entre os moradores, a mudança no trânsito da Comercial e da Samdu é comemorada pela maioria

 

Uma discussão que se arrasta há mais de vinte anos finalmente será posta em prática em Taguatinga a partir do sábado (18). O governo vai adotar o sistema de mão única nas duas principais avenidas da cidade – a Comercial e a Samdu. A decisão está tomada e os órgãos de trânsito estudam como implementar a mudança causando o mínimo de transtorno para a população, que, a partir de agora, terá a Samdu como avenida de acesso ao Taguacenter e a Comercial de acesso ao centro. Afinal, circulam por ali em torno de 68 mil veículos diariamente.

_MG_6743
Além da Comercial, a Samdu também vai receber as intervenções de trânsito. Foto: Allan Gabriel

O projeto de inversão das avenidas foi apresentado à população na sexta-feira (3), em reunião realizada no auditório da Administração Regional. O encontro contou com a presença do vice-governador Renato Santana e foi aberto à comunidade, que apresentou sugestões de intervenções urbanísticas e de acessibilidade para serem avaliadas tecnicamente pelos órgãos competentes.

Discussão sempre presente nas reuniões com a comunidade, a revitalização do asfalto está sendo feita pela Novacap, que já começou as obras. O DFTrans, que mudará o itinerário das linhas de ônibus. O Detran trabalha na alteração da sinalização vertical, horizontal e semafórica.

 

Maioria é a favor

O sentido único nas avenidas Comercial e Samdu é o tema predominante nas conversas em Taguatinga. E divide opiniões. Os defensores da intervenção argumentam que o trânsito na cidade está impraticável e muito perigoso. Já os que são contrários, principalmente os usuários de ônibus, lamentam a distância que terão de percorrer a pé. Os comerciantes temem perder clientes, devido ao menor fluxo de carros no local. Entre as 20 pessoas entrevistadas pelo Brasília Capital,na quinta-feira (3), oito se manifestaram contrárias à medida e 12 a favor. O Detran espera uma redução do número de acidentes nas duas vias e o aumento das vagas nos estacionamentos. Confira as opiniões:

 

Lucas Silva“Vai melhorar muito. A diminuição do fluxo de carros prejudica o comércio, mas os acidentes na Samdu Norte prejudicam muito mais”.
Lucas Silva, 21 anos, comerciante

 

 

Anderson Leão“O comércio vive um momento muito delicado. Ninguém fica satisfeito com algo que vá diminuir as vendas no seu estabelecimento. É uma péssima mudança”.
Anderson Leão, 32 anos, comerciante

 

 
_MG_6717“A mudança de fluxo vai melhorar nossa situação. Os engarrafamentos constantes e a falta de estacionamentos são obstáculos na vida do comerciante”.
Jenisse Barreira, 49 anos, comerciante

 

 
“Vai ser um problema para quem pega ônibus. Melhoram a vida de quem anda de carro, mas quem depende do transporte público foi prejudicado”.
Carlos Almeida, 38 anos, morador da QNB 6


 
 
Daniele Martins“Vai facilitar minha vida, porque a Comercial Norte está congestionada. Qualquer mudança para melhorar o trânsito em Taguatinga é válida. Está muito ruim”.
Daniele Martins, 25 anos, comerciante


 
 
  
Bismarck Vasconcelos 2“Além de não melhorar o trânsito, vai piorar a situação dos comerciantes. Quanto menor o fluxo de veículos, menor o número de vendas.”
Bismarck Vasconcelos, 36 anos


 

Camara-Legislativa-do-Distrito-Federal-realiza-reuniao-na-Rodoviaria-de-Brasilia-foto-Fabio-Rodrigues-Pozzebom-Agencia-Brasil_201502040006


Grampo no Buriti


Para distritais, família é apenas quando há “união entre homem e mulher”


Pardais viram caça-níqueis


Deixe um comentário

Rolar para cima