2022, o ano dos concursos. Prepare-se!

BSB Capital 29/01/2022 às 10:44, Atualizado em 31/01/2022 às 10:47

Ninguém passa em concurso sem um projeto de estudos

concurso

Zélio Maia da Rocha (*)

O sonho de entrar no serviço público integra o horizonte das expectativas dos jovens de Brasília. Há mais de 30 anos, como professor de cursos preparatórios para concursos, acompanho os sonhos e angústias de quem se dedica a conquistar um lugar ao sol pelo próprio mérito. São milhares de histórias de sucesso, que me ensinaram quais os caminhos que facilitam ou dificultam o êxito do candidato.

Ninguém passa em concurso sem um projeto de estudos. Deve-se definir o tempo disponível: 1 hora? 2 horas? … 10 horas? Não interessa. Apenas defina de acordo com suas possibilidades. Feito isso, virá a parte mais difícil:  executar o projeto. É fundamental manter a regularidade.

Quando me preparei para o concurso de Procurador do DF, estudava exatamente 8 horas/dia. Jamais, durante toda a minha preparação, eu estudei por dia 7 horas e 59 minutos ou 8 horas e 1 minuto. Parava de estudar quando o relógio cravava as 4 horas de estudos pela manhã e, depois, no período noturno. Esse rigor, longe de apenas ser um reflexo do meu jeito de ser, tinha um objetivo: não confundir minha cabeça no cumprimento do planejamento.

O exemplo das horas que estudei não é para ser seguido por todos, mas serve para ilustrar que cada um deve ter o seu projeto. Eu tive o meu, você terá o seu. Com um projeto bem estruturado, em que já devem ser previstos seus compromissos futuros, você vai apenas executá-lo e terá como cobrar, de você mesmo, aquilo que se propôs. Ao executar fielmente seu projeto, você conseguirá passar em qualquer concurso que desejar.

Já lecionei para mais de 500 mil alunos e na terceira aula já sabia quem estava realmente envolvido com o concurso e, por consequência, tinha chances maiores de passar.

Neste ano, o Orçamento da União prevê o provimento de mais de 43 mil vagas. No DF, estão previstas mais 15 mil. Basta uma delas para que você se torne um servidor público.  2022 é, portanto, um ano mais promissor para os candidatos mais preparados.

Ao ingressar no serviço público, além da remuneração, da estabilidade e outras possibilidades inerentes à sua condição funcional, você compartilhará a honrosa missão de servir à sociedade. Nessa equação, todos ganham. Não perca esta oportunidade!

(*) Subprocurador-geral do DF, advogado (licenciado), professor de Direito Constitucional, atual diretor-geral do Detran

Deixe um comentário

Rolar para cima