Vice presidente do Corinthians é detido em São Paulo por porte ilegal de armas

bsbcapitalPor ,22/03/2016 às 15:16, Atualizado em 09/07/2016 às 3:45

O vice-presidente do Corinthians, conhecido como André Negão, foi detido na manhã desta terça-feira por porte ilegal de armas. A detenção aconteceu quando policiais federais foram à sua casa para levá-lo para depor na 26ª fase da Operação Lava-Jato, chamada Xepa, que foi deflagrada nesta terça-feira em 11 estados do Brasil e com 110 ordens …

Vice presidente do Corinthians é detido em São Paulo por porte ilegal de armas Leia mais »

andre-luiz-de-oliveira-o-andre-negao-e-o-principal-provocador-da-situacao-no-facebook-1325286279910_1920x1080
Foto: Divulgação

O vice-presidente do Corinthians, conhecido como André Negão, foi detido na manhã desta terça-feira por porte ilegal de armas. A detenção aconteceu quando policiais federais foram à sua casa para levá-lo para depor na 26ª fase da Operação Lava-Jato, chamada Xepa, que foi deflagrada nesta terça-feira em 11 estados do Brasil e com 110 ordens judiciais a serem cumpridas. Duas pistolas sem licença foram encontradas.

O cartola é um dos depoentes na atual fase da operação. Ele foi levado em condução coercitiva na manhã desta terça-feira, quando é obrigado a comparecer, mas acabou detido por porte ilegal de arma. Até a publicação desta matéria, a reportagem não conseguiu confirmar se ele continuava detido.

Oliveira foi chamado para depor sob a acusação de receber propina de R$ 500 mil durante as obras da construção do estádio em Itaquera. Essa etapa da investigação da Lava Jato tem como principal alvo a construtora Odebrecht, que é acusada de montar um esquema de pagamentos de propinas em várias de suas obras.

 


Nova fase da Lava Jato cumpre mandados em 8 estados e no DF; Odebrecht é um dos alvos


Advogado de Cunha tem até o fim do dia para entregar defesa


Primeira fase internacional da Lava-Jato prende operador em Lisboa


 

Deixe um comentário

Rolar para cima