Vale a pena ouvir o seu corpo!

mmPor ,15/04/2022 às 9:00, Atualizado em 19/04/2022 às 17:08

A gente acaba se acostumando com alguns sinais que ele manda. Ou seja, nossa sociedade está se acostumando a viver doente, porque esses não são sinais de saúde

Caroline Romeiro (*)

Sabe quando o sono está ruim? Quando você acorda cansado, passa o dia arrastado, o intestino está preso, anda meio sem apetite ou anda com uma fome fora do normal? Sente dores articulares ou de cabeça? Enfim…

Todos esses sinais são formas de o nosso organismo sinalizar que tem alguma coisa (ou várias coisas!) que não estão indo muito bem. E você pode estar se perguntando: o que a alimentação tem a ver com isso?

Te respondo agora: Tudo!

Existe uma frase muito antiga, de Hipócrates, e que é extremamente atual: faça do seu alimento o seu remédio! Quando a alimentação está desequilibrada, geralmente rica em açúcar, gordura saturada ou hidrogenada, sódio e álcool, esses sinais aparecem.

O açúcar em excesso, por exemplo, é o principal gatilho para desencadear processos de inflamação no nosso corpo. E não se engane achando que o corpo demora a responder. Ele responde rápido, mas a gente acaba se acostumando com alguns desses sinais.

É muito comum no consultório as pessoas chegarem com esses relatos e me falarem que vivem assim há anos. Ou seja, nossa sociedade está se acostumando a viver doente, porque esses não são sinais de saúde. 

Hoje te convido a ouvir seu corpo, e saiba que a Nutrição é um dos pilares para o bom funcionamento do seu corpo e para você alcançar a saúde plena!

(*) Presidente do Conselho Regional de Nutricionistas 1a Região

Instagram: @carolromeiro_nutricionista

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima