Vacinação contra vírus H1N1 começa nesta segunda nos postos do DF

bsbcapitalPor ,18/04/2016 às 10:23, Atualizado em 09/07/2016 às 3:54

    A Secretaria de Saúde do Distrito Federal começa nesta segunda-feira (18) a vacinar parte dos integrantes de grupos de risco contra o vírus H1N1. Serão imunizados trabalhadores da Saúde, gestantes, mães há menos de 45 dias e crianças menores de 5 anos. Nesta primeira fase, a meta da pasta é incluir 295 mil …

Vacinação contra vírus H1N1 começa nesta segunda nos postos do DF Leia mais »

PV_vacinacao_brasilia_Foto_Pedro_Ventura_20-05-2015_036

 

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal começa nesta segunda-feira (18) a vacinar parte dos integrantes de grupos de risco contra o vírus H1N1. Serão imunizados trabalhadores da Saúde, gestantes, mães há menos de 45 dias e crianças menores de 5 anos.

Nesta primeira fase, a meta da pasta é incluir 295 mil pessoas na vacinação. Até a última quarta (13), a secretaria informava já ter recebido 260,7 mil doses do produto.

Até o fim da campanha, serão 620 mil doses e 609 mil pessoas imunizadas, segundo previsões da pasta. O DF tem ao todo 2,9 milhões de habitantes. A vacina protege contra três tipos: H1N1, H3N2 e influenza B (caso mais agudo da doença).

A partir do dia 30, também devem ser vacinadas pessoas com mais de 60 anos, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, de acordo com a Subsecretaria de Vigilância à Saúde.

O dia 30 era a data prevista para todas as fases de vacinação, mas o GDF optou por antecipar parte da campanha porque recebeu os lotes antes do esperado e porque a capital está em “estado de alerta” em relação à doença. Três pessoas morreram em decorrência do vírus H1N1 desde o início do ano no DF.

Rede privada
Quem não se encaixa nos grupos listados terá que recorrer à rede privada para conseguir uma dose da vacina. O produto custa R$ 120 na maioria dos laboratórios, mas as filas são grandes e os estoques têm sido insuficientes para atender à demanda.

 


Ministério da Saúde libera vacinação antecipada contra o vírus H1N1


Após morte, Secretaria de Saúde proíbe cirurgias em clínica no Lago Sul


Saúde muda data de campanha de imunização contra H1N1 que começa na segunda


Deixe um comentário

Rolar para cima