Vacinação contra a gripe no DF deve ser normalizada na próxima segunda-feira

bsbcapitalPor ,05/05/2016 às 11:09, Atualizado em 09/07/2016 às 3:54

Diante de problemas no estoque da vacina da gripe em alguns postos da capital federal, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que um novo lote de doses deve ser entregue entre hoje (5) e amanhã (6) e que apenas na próxima segunda-feira (9) a imunização será normalizada em todas as salas de vacinação. …

Vacinação contra a gripe no DF deve ser normalizada na próxima segunda-feira Leia mais »

vacinacao-contra-gripe_Brasil011 (1)
Foto: Osnei Restio/ Prefeitura de Nova Odessa 07/05/2014

Diante de problemas no estoque da vacina da gripe em alguns postos da capital federal, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que um novo lote de doses deve ser entregue entre hoje (5) e amanhã (6) e que apenas na próxima segunda-feira (9) a imunização será normalizada em todas as salas de vacinação.

“O Ministério da Saúde é o responsável pelo envio das vacinas para os estados e para o Distrito Federal. No DF, já foram entregues três remessas. Até o final da campanha, em 20 de maio, o órgão federal ainda terá que enviar mais uma remessa das doses para o DF”, comunicou o órgão, por meio de nota.

De acordo com o comunicado, a baixa no estoque se deve à grande procura pelas doses logo no início da vacinação. A meta do Dia D de mobilização, que aconteceu no último sábado (30), era vacinar 110 mil pessoas, no entato, mais de 180 mil foram imunizadas. Até o momento, 416 mil pessoas (68,4% do público-alvo) já receberam a dose.

“Em anos anteriores, esse percentual só era alcançado praticamente ao final da campanha”, acrescentou a secretaria. Ainda segundo a nota, a alta procura pela dose este ano se deve à antecipação do número de casos de gripe H1N1 em todo o país. O esperado é que os casos de infecção pelo vírus surjam em maior quantidade apenas no período de inverno.

Devem receber a vacina crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, profissionais de saúde, povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A expectativa, no Distrito Federal, é que 609 mil pessoas sejam imunizadas durante a campanha, que segue até 20 de maio.

 


Planos de saúde estão em risco com aumento de custos operacionais


Rollemberg nomeia 588 aprovados em concurso da Secretaria de Saúde


Ministério da Saúde libera vacinação antecipada contra o vírus H1N1


Deixe um comentário

Rolar para cima