UniCeub deixa estudantes de Medicina sem aprendizado prático obrigatório

BSB Capital 29/08/2017 às 15:02, Atualizado em 18/09/2017 às 20:49

Mesmo com mensalidades de R$ 6.7 mil, aulas estão atrasadas há um mês

A primeira turma de Medicina do UniCeub, que deveria ter começado a fase prática do aprendizado, o internato, no dia 24 de julho está até hoje sem aulas.

Essa parte do treinamento em serviço é feita em unidades públicas de saúde, porque o Ceub não tem hospital escola. Os estudantes do UniCeub deveriam fazer suas aulas e treinamento em serviço no Hospital Regional de Santa Maria, por meio de convênio feito pela faculdade com a Secretaria de Estado de Saúde do DF.

Os estudantes, no entanto, não têm notícia do que motivou o atraso no início das aulas, sequer se o convênio foi efetivado. Mesmo sem aulas, os estudantes continuam pagando mensalidade de R$ 6.7 mil.

O que se passa no UniCeub espelha a preocupação das entidades médicas brasileiras com a criação indiscriminada de cursos de medicina por instituições que não dispõem de hospital escola. A regularização da situação é imprescindível para a adequada formação desses estudantes e para a garantia de qualidade de sua atuação profissional após a formatura.

Deixe um comentário

Rolar para cima