Um brinde à aniversariante

bsbcapitalPor ,21/04/2018 às 12:40, Atualizado em 20/04/2018 às 15:45

O jornal se junta às comemorações de todos os brasilienses

A presente edição impressa do Brasília Capital circula com data de capa coincidente com o dia em que Brasília completa 58 anos de fundação. O jornal se junta às comemorações de todos os brasilienses e, de brinde, oferece, entre outras matérias que o recheiam de atrações para os leitores, uma entrevista exclusiva com o governador Rodrigo Rollemberg.

É a oportunidade para a população ter conhecimento, a partir do depoimento do próprio governador, dos rumos que estão sendo dados à administração do Distrito Federal. Rollemberg, de forma direta e sem subterfúgios, fala das dificuldades que tem enfrentado e do legado que imagina deixar após encerrar seu mandato. Mas não esconde o desejo de permanecer mais quatro anos à frente do Palácio do Buriti.

O objetivo do Brasília Capital é honrar o pacto fechado com o bom jornalismo que nos faz expor uma capa festiva, própria de um aniversário e, ao mesmo tempo, buscar informações sobre Brasília junto ao próprio governador, para simbolizar ainda mais este momento. No mais, nosso noticiário, como é do seu conhecimento, leitor, privilegia os assuntos que geram mais interesse nos habitantes do Distrito Federal.

Em sua coluna, Chico Sant’Anna conta que Brasília poderia ter mais recursos se tivesse uma política eficaz para o turismo, já que habitamos uma cidade que desperta curiosidade em todo o País e no exterior não apenas por seus monumentos. Realidade, infelizmente, pouco explorada pelos agentes que atuam no setor e, principalmente, pelos governos local e federal.

Já Fernando Pinto dá seus parabéns relembrando suas coberturas jornalísticas antes da inauguração da Nova Capital. Em sua crônica, narra viagem que fez na comitiva de Juscelino Kubitscheck para conhecer o trajeto da rodovia Transamazônica, cuja obra seria iniciada. Também publicamos mais um capítulo sobre o papel de Joaquim Roriz na consolidação do Distrito Federal e sua história de vida, que se confunde com a própria história de Brasília. Um entrelaçamento de duas existências.

Parabéns, Brasília!

Deixe um comentário

Rolar para cima