Feira do Troca movimenta Olhos D’Água

bsbcapitalPor ,02/12/2015 às 15:11, Atualizado em 02/12/2015 às 15:11

Moda de viola, artesanato, comidas típicas, catira, contação de causos, apresentações teatrais, rodas de samba e de chorinho, comida típica goiana e muita animação. Tudo isto estará à disposição de quem for neste fim de semana (de 4 a 6 de dezembro) a Olhos d’Água, pequeno distrito de Alexânia (GO) com pouco mais de 6 …

Feira do Troca movimenta Olhos D’Água Leia mais »

12322633_1209617562401481_8427890684505496698_o
Divulgação

Moda de viola, artesanato, comidas típicas, catira, contação de causos, apresentações teatrais, rodas de samba e de chorinho, comida típica goiana e muita animação. Tudo isto estará à disposição de quem for neste fim de semana (de 4 a 6 de dezembro) a Olhos d’Água, pequeno distrito de Alexânia (GO) com pouco mais de 6 mil habitantes, a 100 Km de Brasília, pela BR-060. O principal ponto de encontro é a Praça Santo Antônio, onde acontece a tradicional Feira do Troca, que chega à sua 185ª edição.

O escambo é um costume da população local potencializado pela falecida professora da UnB, Laís Aderne, que tinha casa em Olhos d’Água, na década de 1970. Na Feira, que se repete desde então sempre no primeiro final de semana de junho e de dezembro, troca-se de tudo: roupas por galinha; acessórios femininos por utensílios domésticos, móveis por máquinas ou ferramentas e o que mais for colocado à disposição pelos participantes. A feira é aberta ao público. Basta saber negociar e ter uma boa moeda de troca.

12273734_1209617535734817_2341108341917886961_o
Divulgação

A sexta-feira (4) e o sábado (5) são destinados a programação cultural, quando a feira recebe um público maior. Grande parte dos visitantes é de municípios vizinhos, como Abadiânia, Alexânia, Aparecida e Corumbá. Mas a cada ano cresce o fluxo de brasilienses para curtir a principal festa da charmosa Olhos d’Água.

Se o poder de compra do brasileiro diminuiu nos últimos anos, no Troca esse problema não existe. Pelo contrário. A Feira é uma alternativa mais generosa ao bolso de quem visita o local, o que faz aumentar o número de frequentadores a cada edição. O ponto alto do tradicional escambo acontece no domingo (6), mas a cidade se agita desde quinta-feira, quando vários visitantes começaram a ocupar as pousadas da cidade.

Quem quiser passar o fim de semana em Olhos d’Água pode fazer suas reservas nas seguintes pousadas:

Pousada da Jamile – (62) 3322-6176

Pousada Recanto dos Ipês – (62) 3322-6272

Pousada Edelvais – (62) 3322-6202

Pousada Casinha da Lena – (62) 3323-6353

Pousada Menina dos Olhos – (62) 3322-6138


Primeiro coelho do parque Olhos D’água é capturado


Feira do Troca agita o final de semana em Olhos D’Água


Kotscho, Gugu, o Ipê e Jesus


 

Deixe um comentário

Rolar para cima