TJ manda GDF pagar magistério

sinproPor ,26/03/2021 às 9:00, Atualizado em 26/03/2021 às 8:24

Decisão unânime obriga governo a quitar parcela retroativa a 2015

O GDF terá de pagar, retroativamente, a última parcela do reajuste salarial devido aos professores desde setembro de 2015. A decisão unânime foi tomada na quarta-feira (24) pela 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. Não cabem mais recursos no âmbito do TJDFT. Resta ao governo acatar a decisão ou recorrer ao STF.

O Sindicato dos Professores (Sinpro-DF) já havia obtido decisão favorável da Justiça em primeira instância. O GDF recorreu, e agora o Tribunal novamente se pronunciou pelo direito de professores (as) e orientadores (as) educacionais.

Como o governador Ibaneis Rocha prometeu na campanha de 2018 que pagaria os reajustes devidos ao funcionalismo, o Sinpro-DF está otimista de que ele respeitará a decisão da Justiça e cumprirá a lei, pagando à categoria o que lhe é de direito.

Deixe um comentário

Rolar para cima