Taguatinga: revitalização da Comercial prevê plantio de árvores

orlandopontesPor ,06/02/2021 às 14:00, Atualizado em 08/02/2021 às 15:33

Humanização da avenida faz parte do projeto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação

Toda a extensão das avenidas Comercial e Samdu Norte de Taguatinga será arborizada. Foto: Divulgação

Toda a extensão das avenidas Comercial e Samdu Norte de Taguatinga será arborizada. É o que prevê projeto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) para revitalização e consolidação do sistema binário, que em 2018 adotou mão única nas duas pistas, as principais da cidade.

A proposta da Seduh está em análise na Administração Regional de Taguatinga antes de ser aberto o processo licitatório das obras, que devem ser iniciadas ainda neste ano. O projeto integrará um programa da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), que prevê a substituição das redes de água e esgoto da satélite. À Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) caberá a revitalização da rede de captação de águas pluviais e a urbanização.

Taguatinga Verde – O plantio de árvores na Comercial Norte passou a ser uma reivindicação da comunidade local a partir de artigo do sindicalista Jacy Afonso, publicado na edição 493 do Brasília Capital, mostrando que nos quatro quilômetros da avenida existe apenas uma árvore, em frente à agência do Banco do Brasil, na QNE 17.

Bispo Renato Andrade. Foto: Antônio Sabino

Vários segmentos da sociedade local se reuniram e criaram o Comitê Taguatinga Verde, com a participação da Administração Regional e da Associação Comercial (Acit). Na quarta-feira (3), durante um almoço, o administrador Bispo Renato Andrade e o presidente da Acit, Justo Magalhães, acordaram que no início da próxima semana a regional indicará alguns pontos para o início do plantio. A área técnica avaliará locais que não serão atingidos pelas obras da Caesb e da Novacap, para evitar a derrubada das plantas.

Recuperação de pistas de cooper

Presidente da Acit, Justo Magalhães. Foto: Antônio Sabino

No encontro com o administrador, o presidente da Acit também pediu obras de melhoria das pistas de cooper e caminhada do Taguaparque e do Pistão Norte. Para Justo Magalhães, a recuperação do calçadão do Pistão é uma obra mais simples e barata, que pode ser executada pela própria Administração.

Já o trabalho no Taguaparque é mais complexo. “Tem muita coisa destruída e outras que precisam ser feitas. Mas a Acit já está encaminhando solicitações de emendas parlamentares a vários deputados distritais dispostos a colaborar com nossa cidade”, explicou o representante dos empresários taguatinguenses, que ganhou o apoio do administrador para “correr atrás” dos recursos.

Deixe um comentário

Rolar para cima