Taguatinga – Poda e corte causam polêmica

gabrielpontesPor ,17/06/2021 às 14:49, Atualizado em 17/06/2021 às 14:49

Bar da Morena, na QNA 23, se diz prejudicado por operação da Novacap

Antigas árvores que embelezavam e davam sombra aos pedestres nas entrequadras do setor QNA de Taguatinga estão sendo suprimidas ou podadas pela Novacap. O local, que conta com praças e Pontos de Encontros Comunitários não tem trânsito de veículos e faz a ligação entre a Avenida Comercial e o Pistão Norte.

Garçom José Orlando reclama da poda radical da copa do Pau Ferro onde atendia clientes no Bar da Morena.

Segundo a Novacap, o fim da arborização foi uma medida de segurança. Mas dividiu opiniões e prejudicou, especialmente, o tradicional Bar da Morena, onde os frequentadores usufruíam da sombra das árvores para tomar cerveja e bater papo.

José Orlando, garçom do estabelecimento, lamenta a redução da copa do Pau Ferro onde atendia os clientes há muitos anos. “Nossa capacidade de mesas durante o dia diminuiu consideravelmente. Agora, temos apenas a sombra das casas vizinhas”, afirma.

Novacap disse que o fim da arborização foi medida de segurança, o que divide opiniões.

A Novacap garante que novas mudas serão plantadas no local das árvores extraídas. De acordo com o Setor de Jardins da empresa, as podas foram solicitadas por um morador da QNA 23. As árvores passaram por vistoria dos técnicos da empresa. No caso do pau ferro do Bar da Morena, não foi necessário corte completo, mas uma redução de sua altura para garantir a segurança dos moradores. O laudo é assinado pelo engenheiro Marco Aurélio, do quadro da Novacap.

Fila – Ao todo, oito árvores entraram na mira das máquinas. Dois pés de jamelão, com cerca de oito metros de altura, precisaram ser suprimidos. Um ficus benjamina sofreu uma poda drástica. As outras espécies sofreram redução de altura ou levantamento de copa.

Pelo parecer dos técnicos da Novacap, havia galhos mortos, com risco de queda.

Pelo parecer dos técnicos da Novacap, havia galhos mortos, com risco de queda, além de rachaduras no caule de algumas árvores. Elas foram plantadas em local impróprio e corriam risco de quebra. Os cortes justificados com laudos de engenharia são autorizados por lei.

Em 2021, já foram realizadas 1.959 intervenções em árvores em Taguatinga. A Novacap afirma que outras 107 solicitações estão na fila para serem executadas.

Deixe um comentário

Rolar para cima