Bolsonaro inclui academias e salões em serviços essenciais

Segundo o presidente, decreto foi assinado nesta segunda-feira