Suspeito de envolvimento em desaparecimento de indigenista e jornalista inglês é preso no AM

BSB Capital 08/06/2022 às 10:33, Atualizado em 08/06/2022 às 10:40

Foi preso em flagrante por ameaças a indígenas

Foto: Reprodução TV Globo

Um homem suspeito de envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips foi preso pela Policia Militar, no Amazonas, informou a jornalista Miriam Leitão no jornal “O Globo” e no telejornal Bom Dia Brasil desta quarta-feira (8). A jornalista também divulgou uma foto do suspeito, que é conhecido como Amauri e tem um histórico de ameaças a indígenas.

Segundo a matéria, havia uma pressão para que o suspeito fosse solto, por não haver prova de envolvimento no crime, mas ele foi preso em flagrante pelas sucessivas ameaças que já fez a indígenas da região.

O caso

O servidor licenciado da Fundação Nacional do Índio (Funai) Bruno Araújo Pereira e o jornalista Dom Phillips, colaborador do jornal britâncio “The Guardian”, sumiram na região do município de Atalaia do Norte (AM) no domingo (5). Tinham sido vistos pela última vez quando chegaram à comunidade de São Rafael por volta das 6h, de lá partiram para Atalaia do Norte, cuja viagem dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino. “Os dois se deslocaram com o objetivo de visitar a equipe de Vigilância Indígena que se encontra próxima à localidade chamada Lago do Jaburu (próxima da Base de Vigilância da FUNAI no rio Ituí), para que o jornalista visitasse o local e fizesse algumas entrevistas com os indígenas”, diz o texto divulgado pela União dos Povos Indígnas do Vale do Javari (Univaja), na segunda-feira (6).

Com informações do G1.

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima