STF revoga prisão preventiva do ex-ministro Paulo Bernardo

bsbcapitalPor ,29/06/2016 às 13:25, Atualizado em 09/07/2016 às 3:50

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli revogou a prisão do ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (PT-PR), preso quinta-feira (25) na Operação Custo Brasil. A decisão foi em resposta do recurso feito pelo advogado do petista, Juliano Breda. As informações são da Folha de S. Paulo. Toffoli, em sua decisão, defendeu que houve …

STF revoga prisão preventiva do ex-ministro Paulo Bernardo Leia mais »

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli revogou a prisão do ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (PT-PR), preso quinta-feira (25) na Operação Custo Brasil. A decisão foi em resposta do recurso feito pelo advogado do petista, Juliano Breda. As informações são da Folha de S. Paulo.

Toffoli, em sua decisão, defendeu que houve “flagrante e constrangimento ilegal, passível de correção por habeas corpus de ofício, determina-se cautelarmente a revogação da prisão preventiva”.

O ministro do STF também pediu à Justiça de São Paulo o uso de medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica.

 


Senadora Gleisi chama de “abusiva” a prisão  do seu marido,  Paulo Bernardo


Polícia Federal prende o ex-ministro Paulo Bernardo, em Brasília


PF: fraudes na Lei Rouanet somam R$ 180 mi e ministério falhou na fiscalização


 

Deixe um comentário

Rolar para cima