Senado aprova créditos de R$ 13,4 bi de organismos internacionais

agenciabrasilPor ,16/12/2020 às 15:20, Atualizado em 16/12/2020 às 15:06

As autorizações vão à promulgação

A cúpula menor, voltada para baixo, abriga o Plenário do Senado Federal. A cúpula maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Marcello Casal Jr Agência Brasi
l

O Senado aprovou cinco pedidos de empréstimo entre o governo federal e instituições internacionais de crédito. Os empréstimos totalizam R$ 13,4 bilhões, divididos entre dólares e euros. Os recursos destinam-se a medidas para financiar programas emergenciais de suporte à renda de populações vulneráveis afetadas pelo novo coronavírus (covid-19).

As autorizações foram analisadas na noite desta terça-feira (15) e vão à promulgação. 

O Ministério de Minas e Energia pode captar US$ 38 milhões junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). Os recursos serão destinados ao financiamento parcial do Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral – Projeto Meta – 2ª fase. 

O Ministério da Cidadania poderá pegar US$ 1 bilhão do New Development Bank (NDB). Os recursos destinam-se ao financiamento do Programa Emergencial de Apoio à Renda de Populações Vulneráveis Afetadas pelo Covid-19 no Brasil. 

Populações vulneráveis

O Ministério da Cidadania poderá contratar até 200 milhões de euros com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Também foi autorizado a contratação de US$ 1 bilhão junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) pelos ministérios da Economia e da Cidadania. A Corporação Andina de Fomento (CAF) poderá viabilizar a contratação de US$ 350 milhões para o Ministério da Economia.

* Com informações da Agência Senado

Deixe um comentário

Rolar para cima