Santos começa a receber ajuda federal para combater incêndio na Alemoa

bsbcapitalPor ,07/04/2015 às 13:54, Atualizado em 07/04/2015 às 13:54

Os bombeiros que trabalham combatendo o incêndio na área industrial de Santos, no litoral de São Paulo, já começaram a receber a ajuda prometida pelo Governo Federal. Na última segunda-feira (6), a presidente Dilma Rousseff determinou que a Infraero e a Força Aérea Brasileira disponibilizassem pessoal e equipamentos para auxiliar no combate ao fogo. De …

Santos começa a receber ajuda federal para combater incêndio na Alemoa Leia mais »

11127590_851672981552959_1551402360_o

Os bombeiros que trabalham combatendo o incêndio na área industrial de Santos, no litoral de São Paulo, já começaram a receber a ajuda prometida pelo Governo Federal. Na última segunda-feira (6), a presidente Dilma Rousseff determinou que a Infraero e a Força Aérea Brasileira disponibilizassem pessoal e equipamentos para auxiliar no combate ao fogo.

De acordo com o coronel do Corpo de Bombeiros Marco Aurélio Alves Pinto, as equipes em Santos já receberam o ‘cold fire’, um tipo de espuma que será jogado, ainda nesta terça-feira (7), nos focos de incêndio. A técnica ainda não foi utilizada por causa de alguns vazamentos ainda não controlados.

“Recebemos 4 mil litros da substância. Eles são suficientes para o trabalho inicial. O ‘cold fire’ cria uma espuma gelatinosa que apaga o fogo. Também precisamos resfriar os tanques e conter alguns vazamentos que estão ocorrendo”, diz.

Membros do Gabinete de Crise, instaurado pelo Governo de São Paulo, se reuniram na manhã desta terça-feira, em Santos, para continuar discutindo o assunto. Uma das principais preocupações das autoridades é a qualidade do ar nos bairros mais próximos ao incêndio. De acordo com César Eduardo Valente, gerente da CETESB na Baixada Santista, tudo está dentro da normalidade.

 

Deixe um comentário

Rolar para cima