Rodoviários fazem paralisação relâmpago, pelo terceiro dia consecutivo

bsbcapitalPor ,02/06/2016 às 8:57, Atualizado em 09/07/2016 às 3:39

Após dois dias seguidos de paralisações, cerca de cinco mil rodoviários voltaram a cruzar os braços na manhã desta quinta-feira (2/6). A categoria quer reajuste de 20% no salário – 10% correspondente a perdas inflacionárias e 10% de aumento real – e no tíquete-alimentação. O movimento de motoristas e cobradores começou às 4h e acabou …

Rodoviários fazem paralisação relâmpago, pelo terceiro dia consecutivo Leia mais »

greve_onibus-_brasilia_001
Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Após dois dias seguidos de paralisações, cerca de cinco mil rodoviários voltaram a cruzar os braços na manhã desta quinta-feira (2/6). A categoria quer reajuste de 20% no salário – 10% correspondente a perdas inflacionárias e 10% de aumento real – e no tíquete-alimentação. O movimento de motoristas e cobradores começou às 4h e acabou às 7h. A previsão é a de que, até às 8h, o serviço seja completamente retomado em todo o Distrito Federal.

Atualmente, os motoristas têm rendimento bruto de R$ 2.121, enquanto os cobradores recebem R$ 1.108 por mês. As regiões afetadas foram Samambaia, Ceilândia (QNQ e P Sul), Gama, Paranoá e Planaltina.

O sindicato dos rodoviários informou que, caso não haja avanço nas negociações, novas paralisações relâmpago acontecerão. Eles evitarão repetir regiões já contempladas em atos passados.

 


Detran fecha Samdu e Comercial em Taguatinga para implantar mão única


O mês mais animado do ano chegou e com ele, as programações das festas juninas:


Avenidas Samdu e Comercial começam a operar no sistema binário neste domingo


 

Deixe um comentário

Rolar para cima