Rodoviários da Marechal mantém paralisação

bsbcapitalPor ,07/06/2021 às 10:26, Atualizado em 08/06/2021 às 13:18

Cerca de 460 ônibus deixaram de circular. Empresa alega atraso no repasse de verbas do governo

A greve dos motoristas e colaboradores da empresa Marechal deixou vários brasilienses sem transporte público nesta segunda-feira (7). A paralisação afeta as linhas que atendem regiões como Ceilândia, Samambaia, Taguatinga, Recanto das Emas, Águas Claras, Guará, Gama e Santa Maria.  

Os rodoviários alegam atraso no pagamento do tíquete-refeição e das horas extras de maio. Segundo a Marechal, o valor não foi pago devido ao atraso de repasse dos recursos do Complemento Tarifário pelo Governo do Distrito Federal referentes a segunda quinzena do mês. De acordo com o sindicato, 465 ônibus não vão circular pelas ruas do Distrito Federal. 

A paralisação iniciou no último sábado (5). Além dos rodoviários, servidores da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) estão em greve há quase dois meses.

Deixe um comentário

Rolar para cima