Ricardo Barros tem sigilos quebrados pela CPI

bsbcapitalPor ,03/08/2021 às 17:29, Atualizado em 04/08/2021 às 10:14

Requerimento foi aprovado antes mesmo do depoimento do líder do governo na Câmara, após denúncias de corrupção nas compras de vacina

Senadores integrantes da CPI da Covid aprovaram nesta terça-feira (3) a quebra dos sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático do líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR). Ricardo Barros é pivô das denúncias de corrupção nas compras da vacina indiana pelo governo federal.

Barros foi citado pelo também deputado Luis Miranda (DEM-DF), em depoimento à Comissão de Inquerito, como o parlamentar citado por Bolsonaro (sem partido) como envolvido em irregularidades na negociação da vacina Covaxin com o Ministério da Saúde. Ricardo Barros também é autor da emenda que viabilizou a importação da vacina indiana, por meio da empresa Bharat Biotech, em fevereiro deste ano.

Em defesa do governo, o deputado Ricardo Barros disse que o Palácio do Planalto não interferiu no assunto – apresentação da Emenda – e que a inclusão da farmacêutica indiana também foi objeto de emendas dos deputados Orlando Silva e Renildo Calheiros, dois parlamentares do PcdoB.

A data do depoimento de Ricardo Barros à CPI da Covid ainda não foi definida.

Deixe um comentário

Rolar para cima