Relacionamentos afetivos

mmPor ,19/12/2020 às 10:00, Atualizado em 15/12/2020 às 11:16

Qual a diferença entre colega, companheiro e amigo?

Os relacionamentos humanos acontecem em três níveis: colegas, companheiros, amigos. O nível colegas é o mais baixo. Significa, apenas, pertencimento ao mesmo grupo, com pouca interação entre seus membros. Entre os companheiros começa a humanidade – as pessoas permutam, se ajudam.

No nível de amigos, existe a presença do amor. Não são mais, apenas, companheiros. São pessoas que se ajudam, mas vão além. Desejam o bem do outro, fazem o bem, torcem pelo bem do outro e alegram-se com o êxito e o sucesso dele.

Evoluímos da sensação para a emoção, e desta para o amor. O despertar da consciência de solidariedade, de amizade e de gratidão vem quando percebemos que somos interdependentes. Foi a necessidade de sobrevivência que fez os homens se aproximarem, criando a sociedade que, no dizer de Frei Beto, “é o conjunto de sócios solidários; conjunto de pessoas que se ajudam”.

A culminação desta ideia de sociedade veio com a Revolução Francesa e seus ideais: liberdade, igualdade e fraternidade, embora, ainda seja um ideal a realizar-se. Com Jesus, tivemos a ideia do nível mais elevado de relacionamentos: amizade. Disse ele: “Tenho-vos chamado amigos porque tudo que aprendi de Meu Pai tenho lhes ensinado”.

O relacionamento afetivo entre casais é diferente. Precisa ter afinidade, diálogo, carinho. Você está na Terra, onde quase todos usam máscaras. Ao longo de sua vida aparecerão pessoas para lhe ajudar, e outras, para lhe prejudicar, se você não se afastar delas.

Neste aspecto, Jesus advertiu-nos: “Sejam simples como as pombas, mas prudentes como as serpentes”. Não seja desconfiado, mas seja prudente. As pessoas se mostram, realmente, por meio do timbre da voz, do olhar, do sorriso, da expressão corporal, das reações nas dificuldades, nas contrariedades. Não estranhe.

Há pessoas que só se interessam pelo outro sexualmente. Para elas, o outro é apenas objeto de prazer, e não ser humano. São violentas no relacionamento. Acorde! Cresça! Amadureça! interesse-se pelo outro. Cuide. Ame. “O amor só é possível quando há aceitação de si, do outro, do mundo. A aceitação cria o ambiente no qual o amor cresce.

A vida é um mistério. Você tem que viver, amar, experimentar”.

Deixe um comentário

Rolar para cima