Recomeça o movimento nas escolas com início das aulas na rede privada e matrículas na pública

AdminPor ,26/01/2016 às 10:05, Atualizado em 09/07/2016 às 3:40

Milhares de alunos da rede particular de ensino começam as aulas nesta semana. A Secretaria de Segurança Pública, SSP, montou esquema especial para atendimento a comunidade educativa e evitar o trágico de drogas na porta das escolas. Escolas públicas estão na fase final de matrículas. Estudantes recomeçam as aulas na rede particular de ensino – …

Recomeça o movimento nas escolas com início das aulas na rede privada e matrículas na pública Leia mais »

Milhares de alunos da rede particular de ensino começam as aulas nesta semana. A Secretaria de Segurança Pública, SSP, montou esquema especial para atendimento a comunidade educativa e evitar o trágico de drogas na porta das escolas. Escolas públicas estão na fase final de matrículas.

volta_as_aulas_curitiba_005-850x567
Estudantes recomeçam as aulas na rede particular de ensino – Foto Pedro Ribas

 

Pais amanheceram na fila em frente ao Centro de Ensino Médio 1 de Sobradinho, no Distrito Federal. A escola foi a que mais aprovou no programa de Avaliação Seriada, PAS, da UNB. Preparados com bancos, cadeiras e cobertas muitos pais chegaram de madrugada para garantirem uma vaga para seus filhos. O Setor Leste na L2 sul e o Centro de Ensino Médio 1 de Sobradinho são exemplos de qualidade em ensino público no DF

Por outro lado, os alunos na rede privada começam hoje as aulas. Com isso a SSP reforçou a atuação no monitoramento do trânsito com o DETRAN e o policiamento na porta das escolas com a PM que, além da segurança de estudantes, pais e professores, a Operação volta às Aulas também tem como objetivo o combate ao porte e tráfico de drogas. Em média isso representa 10% das mais de 1.100 ocorrências registradas no ano passado nas áreas próximas as escolas. A rede privada de ensino tem cerca de 194 mil alunos.

O ano letivo de 2015 da rede pública terminou na semana passada no DF. Assim, as aulas deste ano terão início em 29 de fevereiro para os mais de 470 mil estudantes. Com a crise econômica, a demanda pela rede aumentou uma vez que muitas famílias optaram por transferir seus filhos para as escolas públicas.

Deixe um comentário

Rolar para cima