Radar da Defesa Civil não cobre área atingida por tornado em SC

bsbcapitalPor ,22/04/2015 às 17:20, Atualizado em 22/04/2015 às 17:20

O radar meteorológico da Defesa Civil de Santa Catarina, localizado em Lontras (199 km de Florianópolis), não poderia ter previsto o tornado que destruiu boa parte de Xanxerê (551 km de Florianópolis), no oeste do Estado. Quebrado desde 19 de janeiro passado, o equipamento cobre aproximadamente 75% do território catarinense. As regiões sul e oeste …

Radar da Defesa Civil não cobre área atingida por tornado em SC Leia mais »

tornadoSC

O radar meteorológico da Defesa Civil de Santa Catarina, localizado em Lontras (199 km de Florianópolis), não poderia ter previsto o tornado que destruiu boa parte de Xanxerê (551 km de Florianópolis), no oeste do Estado. Quebrado desde 19 de janeiro passado, o equipamento cobre aproximadamente 75% do território catarinense. As regiões sul e oeste estão fora dessa cobertura.

O radar é peça fundamental para monitorar condições climáticas adversas e emitir sinais de alerta sobre a aproximação de fenômenos naturais.

O tornado que passou em Xanxerê matou duas pessoas, feriu cerca de 1.000 (cinco em estado grave), deixou mais de 1.000 desabrigados e danificou 2.600 casas. Dezenas de imóveis ficaram totalmente destruídos, principalmente em cinco bairros da cidade.

A força dos ventos, que ultrapassaram os 220 km/h, derrubou pelo menos 300 postes na cidade, deixando sem luz 34 mil casas e estabelecimentos comerciais. Pelo menos dez torres de transmissão de energia caíram na região, prejudicando 53 mil unidades consumidoras em 14 cidades do oeste catarinense.

Deixe um comentário

Rolar para cima